As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dunga revela time dos amistosos e da Copa América

Almir Leite

05 Março 2015 | 10h22

A seleção brasileira começa o ano da Copa América e do início das Eliminatórias com Dunga mostrando que já tem uma base.

Não teve novidade, jogador chamado pela primeira vez, na lista para os amistosos do final do mês com França e Chile.

Alguns nomes chamam atenção. Fabinho tem a primeira chance real na lateral direita. O jogador tem feito boas partidas no Monaco e já fazia por merecer.  Ao menos tempo, Danilo terá oportunidade de se firmar.

Ao chamar Elias e Robinho, Dunga mostrou estar atento ao que ocorre neste início de temporada no Brasil.

E ao levar seu centroavante titular, Diego Tardelli, quis mostrar que não é porque o jogador está na China, Oriente e outros rincões futebolísticos que não terá vez na seleção.

Ao trazer Marcelo de volta, diz que pode superar divergências. Desde que o comportamento, dentro e fora de campo, seja correto.

De resto, a lista não teve surpresas, e, apesar de o treinador dizer (ou melhor repetir) que ninguém tem lugar cativo na seleção, esse deverá ser o grupo da Copa América, com uma ou outra alteração.

Roberto Firmino e Diego Costa, por exemplo, ainda precisam se afirmar na seleção.  Mas os outros só terão de manter a boa fase e o “nível de competitividade” ,  como diz o treinador, para garantirem um lugar no avião que levará a seleção ao Chile.