As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A descoberta da América

Eliana Souza

14 Setembro 2006 | 11h08

O jornal inglês The Guardian publicou nesta quinta-feira com grande destaque uma longa reportagem contando o que, aqui no Brasil, já é notório: a MSI, parceira do Corinthians, está sob investigação do Ministério Público Federal, que desconfia de lavagem de dinheiro e da interferência do milionário russo Boris Berezovsky na parceria. O jornal informa ter documentos das autoridades brasileiras que apontam fortes indícios de lavagem de dinheiro. O processo começou no Ministério Público de São Paulo e passou para alçada federal em maio deste ano.

A transferência abrupta de Tevez e Mascherano para o pequeno West Ham, sem custo nenhum para a equipe da zona oeste de Londres, causou espanto na Inglaterra, onde era conhecida a ligação entre Berezovsky e o dono do Chelsea, Roman Abramovich, mas não se imaginava que tais negócios já haviam cruzado o Atlântico e chegado a um dos clubes mais populares do país mais vencedor no esporte.

A matéria cita ainda o interesse de Kia Joorabchian, ex-chefe da MSI no Brasil, em assumir o comando do futebol do mesmo West Ham – já foram feitas duas propostas -, e conta que o iraniano sempre disse que Berezovsky é um “bom amigo”, mas não tem envolvimento na parceria. O russo é procurado em seu país, e vive exilado em Londres, já que não há acordos de extradição entre o Reino Unido e a Rússia. Ele já foi inclusive interrogado no Brasil, durante uma breve visita, no mês de maio.