As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A moda pega

Eliana Souza

01 Setembro 2006 | 14h51

Enquanto resolve seus problemas com o Corinthians, a MSI tenta estender seus tentáculos na América do Sul. A empresa, que na quarta-feira comprou metade dos direitos sobre o garoto Higuaín junto ao River Plate, por US$ 7,7 milhões (cerca de R$ 17 milhões), ofereceu ao clube portenho uma parceria para exploração comercial de sua marca. A notícia foi publicada nesta quinta-feira pelo jornal argentino Clarín (Clique aqui para ler a notícia original).

O presidente do clube, José María Aguilar, viajou nesta quinta-feira até Londres para dar seqüência na negociação. Segundo ele, o acerto prevê um investimento inicial de US$ 25 milhões (R$ 55 milhões), a exploração da marca da equipe, a contratação de jogadores e a organização de amistosos internacionais.

“O River é o clube que tem a melhor marca em toda a América”, gaba-se Aguilar, a despeito de o time ter conquistado seu último título internacional há nove anos, a Supercopa Libertadores. Nesse período, o arqui-rival Boca Juniors ganhou três Libertadores (2000, 2001 e 2003) e duas vezes a Copa Sul-Americana (2004 e 2005).