As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A triste sina de um herói

Robson Morelli

15 Maio 2007 | 13h19

Herói do Palmeiras em sua única Libertadores conquistada (1999) e perfeito na Seleção Brasileira que foi pentacampeã em 2002, o goleiro Marcos vive dias tristes em sua carreira. Terá agora de passar por outra cirurgia no antebraço esquerdo para a retirada de uma placa de metal, colocada em março. Continuará afastado do gramado, palco de suas maiores glórias e elegrias.
Marcos não merece isso. Idolatrado pelos torcedores do Palmeiras, Marcos também ganhou o respeito de seguidores de todas as equipes de São Paulo e do Brasil. Jeitão humilde, fala o que pensa, nunca deixou de ser ele mesmo. Aos 33 anos, e com contrato por mais duas temporadas, está bem perto de anunciar sua aposentadoria. Não suporta mais tal situação. Torcemos para que isso não aconteça antes do que ele plenejou, e antes do que o futebol mereça.