As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Azar? E a qualidade do adversário?

miltonpazzi

10 Maio 2007 | 00h47

A classificação do Grêmio para as quartas-de-final da Copa Libertadores, eliminando o São Paulo, não foi obra do acaso. Quem assistiu ao jogo viu o time gaúcho mostrar vontade e eficiência, aproveitando as chances que criou para marcar gols. O esporte, como o futebol, em boa parte dos jogos, se resolve assim.

Por isso, é triste ver o time paulista e seus jogadores dizerem que caíram por causa do azar… Soa como pobreza de espírito não assumir a falta de competência, que é natural a qualquer ser humano, pois nem sempre é possível vencer. Por que não reconhecer a qualidade do adversário? Foram poucos os que tiveram essa postura nesta quarta no Olímpico. E tem jogador de destaque que, mais uma vez, sequer dá entrevista. Mas faz questão de aparecer na hora das conquistas.

O problema para o São Paulo, agora, é que termina a primeira parte da temporada sem títulos. Tem o Brasileirão e a Copa Sul-Americana para o resto do ano. O prejuízo é grande. E a pergunta que fica é: será que o time vai entrar em crise ou conseguir se manter em alta? Neste momento, a primeira alternativa, a curto prazo, parece ser a mais provável.