As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Beliscar não vale

Roberto Nascimento

12 Outubro 2006 | 16h41

Um simples beliscão pode render uma punição pesada para um jogador panamenho no Uruguai. No jogo em que sua equipe, o Tacuarembo, foi derrotada pelo Bella Vista por 3 a 0, no último dia 7, pelo Torneio Apertura local, o atacante Robert Brown foi expulso pelo árbitro Juan Cardellino após reclamar de uma entrada dura do adversário e, na confusão causada pelo cartão vermelho, Brown supostamente beliscou o braço do juiz.

Cardellino não gostou nem um pouco da atitude do atacante o denunciou a situação como uma agressão. Para tanto, até se submeteu a um exame médico para constatar a lesão.

Caso a denúncia seja aceita pela Associação Uruguaia de Futebol, Robert Brown pode enfrentar uma punição de até dez partidas e não jogaria mais neste ano. Com o time caindo pelas tabelas no campeonato nacional – ocupa as últimas colocações -, o atacante panamenho terá que pensar melhor no que fazer antes de tomar uma atitude como dar beliscões em árbitros.