As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O que os jogadores ingleses fazem na concentração

Eliana Souza

30 Outubro 2006 | 17h54

Um estudo publicado nesta segunda-feira pelo jornal inglês The Times informou que as apostas online e os sites de pornografia são os dois principais vícios dos jogadores que atuam no país quando estão concentrados para as partidas. O médico Peter Kay, responsável pela pesquisa, disse que jogadores chegam a gastar até 25 mil libras (cerca de R$ 100 mil) numa noitada de apostas, e depois, deprimidos e irritados com o prejuízo, recorrem a sites pornográficos.

“Ficam acordados até quatro, cinco da manhã, e assim não têm condições de jogar futebol”, avisa Kay, que não vê anormalidade na visita a páginas de pornografia. “Mas quando fazem isso até 16 vezes por dia, estamos diante de um problema.”

Dos vários jogadores que passam por esses problemas, um aceitou se identificar: o zagueiro Clarke Carlisle, do Watford, disse que acumulou uma dívida “de seis dígitos”, ou seja, acima de 100 mil libras (R$ 400 mil). “Os clubes deveriam estimular os jogadores a usar o tempo livre de uma maneira construtiva”, disse o jogador.

Clique aqui para ler a matéria do The Times.