As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Olha o Grêmio chegando aí

Luiz Zanin Oricchio

17 Setembro 2006 | 21h49

Claro que o São Paulo deu uma respirada com a vitória sobre o Inter (basta pensar no inferno que seria o inverso). O tricolor abre boa vantagem, mas mesmo assim o próprio Inter continua no páreo. E, junto com ele, começa a aparecer o Grêmio, que se impõe com a goleada por 4 a 0 sobre o Botafogo e agora está em 2º lugar. Bateu no frágil Botafogo, verdade, mas mesmo assim… Até agora não se falou a sério no Grêmio, pelo menos do Rio Grande para cima. Está chegando a hora de levá-lo em consideração. Já tem o melhor ataque do campeonato (jogando com um único atacante, Rômulo), com 41 gols, e parece estar se habituando às primeiras posições quando ninguém dava nada por um recém-egresso da Segundona.

Quanto ao Santos, bem, quem assistiu à terrível partida em que o time da Vila perdeu para a Ponte Preta por 1 a 0, deve estar convencido de que suas ambições se limitam, no máximo, a uma vaguinha na Libertadores. Título, desse jeito, nem pensar. E, com o ataque que tem (ataque de riso, na verdade), não deveria aspirar nem mesmo a essa vaga na Libertadores. Não adianta o Vanderlei Luxemburgo dizer que tem uma pesquisa interna provando a eficácia dos seus atacantes. A melhor análise é qualitativa: quem foi acostumado a Robinho e Deivid não pode ser submetido a Rodrigo Tiui e Wellington Paulista. É contra os direitos humanos.