Empresário inglês invade os EUA e faz acordo de US$ 1 bilhão

Empresário inglês invade os EUA e faz acordo de US$ 1 bilhão

Eddie Hearn promete realizar 16 eventos nos principais centros norte-americanos de boxe a cada ano

Wilson Baldini Jr.

11 Maio 2018 | 10h56

ANDREW COULDRIDGE/REUTERS

 

O britânico Eddie Hearn vai invadir os Estados Unidos. O empresário anunciou ontem um projeto de US$ 1 bilhão que vai organizar 16 programações de boxe por ano nos principais centros norte-americanos da nobre arte.

Hearn, que cuida da carreira de vários pugilistas, entre eles o peso pesado Anthony Joshua, pretende ter como carro-chefe o duelo entre Joshua e o norte-americano Deontay Wilder. Ele também pretende “brigar” com Bob Arum e Oscar De La Hoya pelo direito de empresariar outros grandes nomes do boxe americano.