Lomachenko bate Linares e apresenta o melhor da nobre arte em Nova York

Lomachenko bate Linares e apresenta o melhor da nobre arte em Nova York

Ucraniano chegou a cair no sexto round, mas demonstrou rapidez e variedade de golpes para buscar o nocaute no décimo assalto

Wilson Baldini Jr.

12 Maio 2018 | 23h57

Twitter-Top Rank

 

A cada luta que disputa o ucraniano Vasyl Lomachenko coloca seu nome um degrau acima na história do boxe. Neste sábado à noite, no Madison Square Garden, o ucraniano, bicampeão olímpico venceu o venezuelano Jorge Linares por nocaute no décimo assalto.

Ex-campeão dos penas e superpenas, Lomachenko ganhou o cinturão dos leves, versão Associação Mundial de Boxe. Ele soma 11 vitórias (9 nocautes) e uma derrota. Linares perdeu pela quarta vez, após 48 lutas.

Lomachenko, de 30 anos, volta a lutar dia 25 de agosto. Local e adversário ainda estão indefinidos.

A luta foi de alto nível técnico. Lomachenko, mais baixo, precisava encurtar a distância para sair dos diretos poderosos de Linares. E ele conseguiu sucesso até o sexto assalto, quando levou um direto de direita que o levou à lona.

Na sequência do equilibrado combate, Lomachenko voltou a usar de sua incrível velocidade, jogo de pernas impecável e das várias sequências de golpes para obter vantagem e conseguir o triunfo, após boa combinação de golpes na cabeça, que terminou com uma esquerda no fígado.

Na análise dos três jurados a disputa estava empatada até o fim do nono round. Um juiz marcava 86 a 84 para Lomachenko, outro dava a mesma pontuação para Linares e um terceiro via empate em 85 pontos.