Bem-vindos ao mundial

Bem-vindos ao mundial

Bruno Voloch

10 Maio 2017 | 08h13

Fim da moleza.

Osasco e Rio, sem as japonesas pelo caminho, encontraram a dura realidade do outro lado do mundo.

Os representantes brasileiros não resistiram e caíram para a Turquia no mundial do Japão. Curiosamente pelo mesmo placar: 3 a 1.


Derrotas bem semelhantes.

Osasco e Rio roubaram ainda um set cada de Eczacibasi e Vakifbank. A verdade é que foram dominados a maior parte do jogo e não tiveram a menor chance de pelo menos forçar o tie-break.

Resultados pra lá de previsíveis e aceitáveis.

Ambos terão um dia de descanso e na sexta decidem a sorte na competição.

O Rio, em tese, tem uma tarefa menos complicada. Basta vencer por qualquer placar o Dínamo, de Goncharova, que estará na semifinal.

Osasco se vê obrigado a bater o invicto Volero, da Suíça. 3 a 0 passa. 3 a 1 faz contas. Ainda que faça 3 a 2 estará fora do mundial.

Vakifbank, em primeiro, e Eczacibasi já são semifinalistas. Se o Volero ganhar de Osasco antecipa o cruzamento dos dois favoritos ao título.