Campinas, finalmente, dá sinal de vida

Campinas, finalmente, dá sinal de vida

Bruno Voloch

24 Maio 2017 | 10h32

O filme deve se repetir para a próxima temporada.

Enquanto os principais clubes do país já estão com seus elencos praticamente montados, Campinas, quarto colocado na última Superliga, só agora dá sinal de vida.

Só que o processo é lento e o torcedor não deve se animar muito. Manter o projeto é lucro e o principal objetivo.

Horacio Dileo continuará como treinador.


Campinas, sem poder financeiro para competir com os grandes, já tinha perdido durante os playoffs o central Maurício Souza e o líbero Tiago Brendle para o SESC. O blog antecipou na ocasião.

Hoje a realidade aponta para um time ainda mais modesto do que o temporada passada.

As perdas não se resumem as saídas de Maurício e Tiago.

Rivaldo deve ir para o Corinthians. O levantador Rodriguinho também tem proposta. Vini recusou convite e deseja permanecer em Campinas. Diogo tem boas chances de ficar.

A tendência é de que até o fim da semana Campinas tenha uma definição dos patrocinadores. Só assim os dirigentes poderão entrar no mercado.