Chegar é uma coisa, jogar é outra.

Chegar é uma coisa, jogar é outra.

Bruno Voloch

26 Outubro 2017 | 07h43

Destinee Dante Hooker, enfim, chegou. É o que garante o Minas.

Por enquanto ninguém sabe, ninguém viu.

A esperança é que a norte-americana dê as caras em breve. E se explique. É evidente que o discurso deve estar ensaiado entre o clube e a jogadora. É o que se espera.

Tempo não faltou.

Fala-se em visto de trabalho, problemas com o passaporte ou coisas do gênero. Nada porém justifica o atraso, uma vez que ela renovou em maio, e tamanho amadorismo.

Chegar é uma coisa, jogar é outra.

O blog apurou que Hooker não deverá enfrentar o Fluminense no sábado no Rio de Janeiro.

Que novela!