Seleção masculina racha com CBV e apela ao COB para manter primeira classe.

Seleção masculina racha com CBV e apela ao COB para manter primeira classe.

Bruno Voloch

17 Maio 2018 | 08h45

O clima entre os dirigentes da CBV, Confederação Brasileira de Vôlei, e os jogadores da seleção masculina continua muito ruim. A insatisfação é grande.

O blog apurou que o grupo, liderado pelos ‘senadores’, em reunião realizada essa semana em Taubaté, vai apelar ao COB, Comitê Olímpico Brasileiro para tentar manter o direito de viajar de primeira classe.

A CBV foi representada pelo CEO, Radamés Lattari.

Sem recursos financeiros e atolada em dívidas, a CBV foi obrigada a cancelar o acordo firmado entre as partes que garantia os campeões olímpicos viajando com mais conforto.

A notícia foi divulgada pelo blog.

O BRASIL faz o segundo amistoso contra a China logo mais em Taubaté e encerra os preparativos para a estreia na Liga das Nações dia 25 em Kraljevo, na Sérvia.

Se o COB for de fato pagar a conta será preciso agir rápido. A viagem para a Sérvia acontecerá no fim de semana.

Como?

Ninguém sabe.