Serginho confirma lobby do ‘senado’ para Murilo e detona Renan Dal Zotto: ‘Não tem critério nenhum para convocar’.

Serginho confirma lobby do ‘senado’ para Murilo e detona Renan Dal Zotto: ‘Não tem critério nenhum para convocar’.

Bruno Voloch

08 Maio 2018 | 11h23

‘O problema na seleção é a falta de critério. O Renan não tem critério nenhum para convocar’. A declaração foi dada pelo líbero Serginho durante entrevista à Rádio Itatiaia, em Belo Horizonte.

O blog reproduz na íntegra a corajosa declaração do líbero:

‘No ano passado, ele convocou Thales e Tiago Brendle. Neste ano, ele chamou Thales e Murilo. O Thales vai jogar só para defender, o Murilo vai passar e o Renan vai comandar o time. Quem poderia estar lá ficou de fora e o cara que jogou cinco, seis, oito jogos como líbero, não está nem acostumado ao ritmo de entrar e sair da quadra, vai representar o país. Muitas vezes, um atleta com 37 anos era taxado como velho para chegar na seleção e jogar, mas com o Murilo pode, mas para outro não. Então, a regra não é justa, nunca foi e nunca será’.

Serginho não livrou a cara de Murilo, convocado atendendo pedido dos ‘senadores’ da seleção:

‘Descrédito total dos líberos. Total, com todos que trabalham como líbero. Não porque ele é um mau passador ou um defensor ruim, ele é bom como passador e na defesa. Mas ele teve seu momento áureo quando era atacante, quando bloqueava e sacava. É injusto um cara que jogou menos de dez jogos como líbero ser convocado para a Seleção Brasileira e os outros atletas que estão no mercado não serem nem chamados’.

Campeão mais uma vez com a camisa do Cruzeiro, o jogador disse que não criou expectativa em ser chamado:

‘Eu sabia que não iria. Eu sabia que o lobby do Murilo é muito maior do que o meu e que, infelizmente, eu não vou para a seleção mesmo tendo números muito melhores do que ele. Isso não é arrogância, é fato. Tem outros líberos que poderiam estar lá no lugar dele’.