Moda verão da corrida de rua

Moda verão da corrida de rua

SILVIA HERRERA

21 Outubro 2017 | 10h57

Confira em primeira mão o que a Fila Brasil preparou para o vestuário para corrermos lindos, leves e soltos na estação mais quente do ano. Fomos até o show room da marca italiana, em Alphaville (SP), conferir.   #corridaderua #modarunning #filaBR #blogCorridaParaTodos

Débora Pinto Gonçalves (foto acima) é designer de Running da Fila Brasil há três anos. Ela respira moda e para entender melhor a cabeça dos corredores começou a correr  na mesma época. “A corrida foi um achado na minha vida, é um esporte que te proporciona liberdade na hora da prática, basta passar os primeiros dez minutos e você já se sente revigorado”, conta Débora, que treina por prazer com a assessoria esportiva 4Any1. “O princípio da corrida é se sentir bem, é muito bom”, completa.

 

Quem ganhou com isso tudo fomos todos nós, corredores brasileiros. Além de lindas, as peças da nova coleção são práticas, recheadas de tecnologia e feitas especialmente para nós. “Temos total liberdade para fazer uma coleção com a cara do Brasil porque as peças europeias ou norte-americanas geralmente não funcionam por aqui. Cada Fila de cada país tem liberdade para criar peças regionalizadas”, explica Débora. A maioria das gigantes marcas obriga as regionais seguirem os lançamentos da matriz – no hemisfério norte – sem desenvolver produtos especificamente desenvolvidos para os países das filiais. Por isso, o que acaba acontecendo na prática é as marcas manterem durante nosso verão, algumas peças-chaves do verão anterior norte-americano/europeu  (junho, julho e agosto).

Realizzato in Brasile

O processo de criação das peças brasileiras envolve várias etapas. A primeira é a pesquisa de tendências, o que foi apresentado nas passarelas, nos desfiles de moda; o que as pessoas estão usando nas ruas. Em seguida,  todo esse material é estudado pela equipe de criação brasileira, que faz o agrupamento das tendências e direcionando para cada uma das categorias. “Na de Running, temos que traduzir a tendência da moda com diferenciação de tecido, focando performance, modelagem, estampa. Há um profissional que só pesquisa novos materiais tecnológicos”, observa. A partir disso, Débora começa a desenhar a coleção. O trabalho começa com um ano de antecedência. Agora, por exemplo, Débora está pesquisando as peças para o verão 2018/19 para começar o primeiro overview. A fábrica é no sul do país, onde são enviadas primeiro as peças-piloto, e só depois da aprovação delas e eventuais ajustes é que  começa a produção. O time brasileiro de criação é formado por Débora, mais a coordenadora e a diretora.

Débora é antenadíssima e mantém contato direto com os influencers, via rede sociais, sempre buscando feedbacks de perfis diferentes. “Converso muito com os homens, para entender cada vez mais as expectativas deles com relação ao vestuário; e também com mulheres com o biótipo bem diferente do meu, quero saber se a peça incomodou em algum ponto, onde podem ser aprimoradas”, revela.

Para as corredoras

Linha performance

Linha feminina em jacquard colorido, com top de média compressão – sem bojo, com saídas de ar nas laterais e embaixo dos seios. Todas as costuras tem costura tecnológica, para não incomodar na pele. “Quando estamos correndo, o corpo incha e qualquer coisa começa incomodar, por isso há essas costuras, que não incomodam durante o movimento do corpo na corrida”, destaca Débora. O tecido é poliamida com elastano, bem flexível, e em todas as peças há sinalização de refletivo.

Nestas peças de running a tecnologia Emana, não é usada para combater a celulite. “Nas peças esportivas, a tecnologia Emana é aplicada para regenerar os músculos mais rápido. E para fazer efeito, o corredor tem que continuar com a peça depois do exercício ao menos um tempo maior. O Emana nessas peças está em partículas dentro fio, que é fabricado pela Rhodia. É uma nanotecnologia. As partículas de Emana liberam como se fosse raio infravermelho, que é ativado com o calor do corpo e regenera o músculo do seu corpo mais rápido”, conta. Tem top, a bermuda (com bolsinho, dentro ou fora). As peças de performance possuem o cós mais fino.

Para aquelas que  não abre mão das cores e querem se destacar bem, há esta linha “Born to Run”. Peças com bolso atrás, bem coloridas; e com compressão – com anatomia para deixar o bumbum bonito e segurar tudo. Os dizerem “Born to Run” das camisetas mudam de cor conforme o corpo esquenta. É a estampa com tecnologia termocrômica. Top de alta compressão, com alças bem segurar e com elásticos bem reforçados, evitando que a corredora tenha que vestir o sutiã junto.

Também há peças de com proteção solar (Amni UV Protection) maga longa, um pedido dos consumidores. O fator de proteção solar funciona melhor nas cores mais escuras. A modelagem é justinha, como se fosse de surfwear.

Regata bem fininha e refrescante. Tem também com decote em V. Tem fator de Biotetch no fio, que evita a proliferação da bactéria do odor. Isso não quer dizer que se a pessoa soar muito vá ficar perfumada, mas evita que o tecido fique com aquele cheiro forte de suor após corrida. “Todas essas tecnologias não saem na lavagem, mas todas as peças com poliamida nunca devem ser lavadas com amaciante, que estraga o tecido, nem passar a ferro”.

Shorts 2 em 1, em poliamida com tecnologia repelente a água, tem refletivo e bolso largo. “Apesar desta peça não ter elastano, ele tem esse recorte na frente, que não trave a perna durante a corrida”, garante. Essa peça combina com a regata flame, que não esquenta. “Como poliéster esquenta, a maioria das nossas peças da categoria running é de poliamida”, explica.  A estampa exclusiva do Brasil e o “Born to Run” refletivo atrás.

Camiseta com mesh bem aberto. E dois em um para performance, o short acompanha o corpo, com bolso interno. “Já fiz quatro provas e corro todo fim de semana, e o meu short ia caindo, porque não tinha compreensão suficiente, por  isso fomos adaptando nossas peças para que isso não ocorra mais”, garante.

 

Coordenados – regata de poliamida, com a sainha (escort – saia com short dentro) – com variação de cós largo e cós mais justinho. Assinatura “Born to Run”, que vai ficar com a cor mais destacada quando o corpo esquentar.

Shorts com costura interna é um pedido das consumidoras. E o sucesso é este 79,90 – shorts saia transpassado, com bolso na lateral  – marinho com limão, várias cores – tem o recorte para não travar a perna na corrida. “Quando é de poliéster por fora, a saia trava na perna”, compara Débora que testou a peça várias vezes.

Tem wind break (jaqueta corta vento) feminina e masculina – tecido de poliamida, bem leve, repelente a água. Elástico na barra e no pulso, para travar e a peça não ficar subindo. “Ela é bem feminina, que dá para guardar no bolso”, conta Débora.

Para os corredores

Lateral com mesh, para aumentar a respirabilidade. Manga raglã e três cores. Com a bermuda com tecido plano em elastano, lateral aberta e mais comprida. Peças com fator de proteção solar. E fator reflexivo em alguns detalhes da estampa. Elas não têm costura nas laterais e acabamento diferenciado, com laser e costura externa, veja na foto abaixo.

Tem uma versão em poliéster misturada com mesh aberto, com design estreito nas costas. “Temos um feedback muito bom dos corredores com essa peça”. Esta é a maior bermuda da coleção, ela tem bolsos externos e internos. Tem elástico e cordão.

Tem também a regata de crepe, super fininha, e a versão com o biotech.  E camisetas mescla também com termocrômico – que acendem os dizeres quando o corpo esquenta.

 

Bermudinha mais curta 2 em 1 – elástico interno, bolso interno. Há dela também a mais comprida. E as costuras são externas.

Legging – com compressão – todas as costuras em Active Seam, externas. Tecido em mesh na parte posterior e na parte do joelho, zíper na perna.

E a bermuda, um pouco abaixo a largura da coxa – versão reduzida da legging.

Aproveito para agradecer a todos da Fila Brasil pela atenção, em especial à Débora, e também ao André Mendes da NR7 – Comunicação por me receberem para a realização desta matéria exclusiva, especial para os leitores do Blog Corrida Para Todos. Todas essas peças estão chegando na loja virtual da Fila e nas redes parceiras da marca.

Mais conteúdo sobre:

vestuário