As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Agora não é hora de chorar…

Estadão Esportes

09 Agosto 2012 | 15h32

“Don” Juan Cesar Maglione, o uruguaio que preside a Federação Internacional de Natação, pondera que Cesar Cielo tem respaldo para propor alteração no ordenamento do programa olímpico. O velocista brasileiro reclamou que a final dos 100m livre está muito próxima da final dos 50m livre. Dessa forma, sua presença na primeira teria causado um desgaste que teria prejudicado o desempenho na segunda. A primeira final foi no dia 1 e a segunda, no dia 3 de agosto. “O calendário olímpico é preparado por cinco representantes continentais. O representante da América chama-se Ricardo de Moura” (superintendente de natação da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), diz Maglione.

Logo, se Moura não encaminhou uma solicitação para alterar a programação ou se não teve força suficiente para fazê-lo, a responsabilidade não caberia à Fina…

(Alessandro Lucchetti)