As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Rogério Ceni recusa entrevista e expõe Muricy Ramalho

Ciro Campos

27 Março 2015 | 15h04

A rotineira entrevista coletiva do técnico Muricy Ramalho, do São Paulo, foi a surpresa nesta sexta-feira no CT da Barra Funda. Inicialmente o treinador não falaria com os jornalistas, como é de praxe em todas as sextas, para ser preservado pelo clube da crise causada pela derrota por 3 a 0 para o Palmeiras. A assessoria de imprensa do Tricolor chegou até mesmo a pedir para o goleiro Rogério Ceni responder as perguntas, mas o capitão recusou.

Minutos depois do capitão preferir não falar, Muricy deixou o campo e se dirigiu à sala de entrevistas. O técnico respondia aos jornalistas pela primeira vez desde que se reuniu com a direção do São Paulo para conversar sobre a sua continuidade e dos planos para reerguer o time. Durante a entrevista, Muricy negou ter pensado em não falar com os jornalistas.

Em uma entrevista mais rápida do que o habitual o técnico comentou as conversas com a direção do São Paulo no dia seguinte à derrota para o Palmeiras. Ainda abatido, Muricy prometeu mudanças na equipe e terá como primeiro teste a partida de domingo, diante do Linense, no Morumbi.