O que eles pensam de Schumacher

liviooricchio

09 Setembro 2006 | 12h17

Nesses instantes que antecedem o possível anúncio de abandono das pistas de Michael Schumacher, penso ser interessante resgatar algumas frase ouvidas por mim nesse período de 1991 até hoje. Elas são reveladoras do que cada um desses personagens ricos pensa do excepcional piloto alemão.

Jackie Stewart
Escocês, campeão do mundo em 1969, 1971 e 1973
“Michael faz a diferença na Fórmula 1. Pessoalmente ganhou muitas corridas. Mas nesse fim de carreira está assumindo riscos desnecessários. É bom ele parar caso contrário poderá morrer.”

Niki Lauda
Austríaco, campeão do mundo em 1975, 1977 e 1984
“Está acima dos demais pilotos. Seus números impressionantes respondem a quem não o vê como piloto excepcional. Aliás, não compreendo seus críticos, ao menos quanto a arte de pilotar.”

Ayrton Senna
“Campeão do mundo em 1988, 1990 e 1991
Vim aqui porque é você, que eu respeito. Mas da próxima vez você vai levar também (pronunciada depois da interrupção do GP da França, em 1992. “(Senna e Schumacher bateram em seguida à largada)

Jacques Villeneuve
Campeão do mundo de 1997
“Não é supresa para mim. Eu já conhecia seu caráter. Em tudo o que faz age sempre assim. Para ele o importante é vencer, não importando os meios. ” (Depois de Schumacher tentar colocá-lo para fora da pista, em 1997)

Flavio Briatore
Homem que o lançou na F-1, diretor da equipe Benetton
“O melhor de sua época. Brilhante, a equipe cresceu ao seu redor. Evoluímos com ele e ele conosco. Mas hoje já existe uma outra geração, cujo líder é Fernando Alonso, mais completo que Michael.”

Bernie Ecclestone
Promotor do Mundial
“É um grande campeão, o maior de seu tempo, inquestionável. Leva torcida para os autódromos e seus milhões de fãns elevam os índices de audiência da TV, mas não tem o carisma de outros superpilotos, como Senna.”

Ross Brawn
Diretor-técnico da Ferrari
“O máximo que se pode esperar de um piloto. É só eu entrar no rádio e lhe dizer… Michael você tem 18 voltas para abrir 12 segundos e ele faz. Muitas vezes não sei como. É o maior que conheci.”

Jean Todt
Diretor-geral da Ferrari
“Michael é o meu piloto favorito. Eu o admiro em todos os sentidos, como profissional e como homem. Tornamo-nos grandes amigos.”

Frank Williams
Fundador e dono da equipe Williams
“Ayrton Senna inaugurou uma nova classe de pilotos. Mostrou à F-1 que os limites poderiam ser bem mais altos. Michael foi o que melhor se expressou dentro dessa nova realidade.”

Ricardo Zonta, piloto de testes da Toyota, e membro da Associação dos Pilotos (GPDA)
Antes do episódio de Mônaco, este ano, quando o Michael abria a boca nas nossas reuniões todos prestavam ainda mais atenção do normal, era o campeão, a voz da experiência. Mas depois de atravessar o carro na pista, na classificação do GP de Mônaco, para atrapalhar quem vinha atrás, quando fala, agora, há conversas paralelas, poucos o ouvem, perdeu todo o respeito que lhe dedicávamos.”