Schumacher também anuncia futuro em Monza

liviooricchio

04 Setembro 2006 | 18h44

Início
A Ferrari já havia oficializado: logo em seguida à bandeirada do GP da Itália, domingo em Monza, anunciará seus pilotos para a temporada de 2007. Ontem Michael Schumacher também confirmou que responderá o que quase todos os fãs da Fórmula 1 desejam saber: pára de correr ou prossegue na competição. Todos os indícios são no sentido de que Schumacher irá avisar que abandona as pistas e Kimi Raikkonen e Felipe Massa passam a ser os titulares da Ferrari.
Será o assunto do fim de semana na Itália, mais até do que a disputa entre Fernando Alonso, da Renault, líder do Mundial, com 108 pontos, e Schumacher, segundo colocado, com 96. O futuro do maior piloto de todos os tempos, ao menos em números, já está desde ontem monopolizando parte importante da imprensa esportiva européia. A Gazzetta dello Sport, maior jornal de esportes italiano, dá como certa a aposentadoria de Schumacher. Assim como o jornalista Pino Allieve, um dos mais experientes da Fórmula 1, com mais de 30 anos de cobertura, escreve que Raikkonen e Massa formarão a dupla da Ferrari nos dois próximos anos.
Se não houver surpresa, sempre possível na Fórmula 1, esse será mesmo o desfecho da longa história que cerca a carreira de Schumacher. O que, para o Brasil, é uma boa notícia, por deixar Massa em boas condições de conquistar grandes resultados no próximo campeonato. Mas para isso seria de capital importância se a estrutura campeã da Ferrari se mantivese ativa, o que não está certo ainda. Ontem seu diretor-geral, Jean Todt, deu a entender numa entrevista “não se ver em outra organização.” Mas não é certo que ele permaneça, assim como Ross Brawn, o diretor-técnico. Se os dois saírem, ao menos na primeira temporada a Ferrari não sentirá demais, mas, a médio prazo, se não vierem profissionais do seu nível, a escuderia de Maranello perderá muito da sua força.
Ainda não é oficial também, mas conforme o Estado publicou desde o GP da Hungria, Nelsinho Piquet deverá ser anunciado como piloto de testes da Renault. A impresa alemã divulgou, também, que Ricardo Zonta, piloto de testes da Toyota, está se transferindo para a Renault, para a mesma função. Sua experiência com os pneus Bridgestone, na escuderia japonesa, será útil ao time francês, que a exemplo de todas as equipes em 2007 utilizará pneus Bridgestone.
FIM