As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A falta de educação de Josh Smith em Atlanta

Ala pediu para o torcedor de sua ex-equipe ficar quieto por duas vezes durante jogo na noite de terça-feira

Marcius Azevedo

04 Março 2015 | 07h57

Josh Smith já havia retornado ao Philips Arena nesta temporada. Foi pelo Detroit Pistons, em 21 de novembro do ano passado, quando perdeu para o ex-time, o Atlanta Hawks, por 99 a 89.

Na noite de terça-feira, o ala jogou novamente na ex-casa, agora pelo Houston Rockets. O resultado foi outra vez negativo, uma derrota por 104 a 96. Já o comportamento de Smith não foi nem um pouco exemplar.

O jogador comprovou que guarda profundas mágoas da franquia da Geórgia, que defendeu de 2004 a 2013.

Se alguns atletas não costumam extravasar tanto quando anotam pontos contra ex-equipes, Smith não só vibrou, como mandou os torcedores ficarem quietos, com aquele gesto característico de colocar o dedo diante da boca.

A cena pôde ser vista por duas vezes durante o jogo, quando, claro, o Houston ainda estava em vantagem no placar. Smith acertou duas bolas de três pontos e não perdoou o torcendo que estava no Philips Arena.

Confira o vídeo com a atitude do jogador:

A vingança dos torcedores veio no último período, quando o Atlanta fez 32 a 15 na parcial e venceu o 48º jogo na temporada, se mantendo na liderança da Conferência Leste. Já Smith viu o Houston amargar o 19º revés na temporada, ocupando o 3º lugar no Oeste.

A falta de educação de Smith, que anotou 14 pontos, foi punida na mesma noite.