Sem Brasil, Jogos da Lusofonia só se comunicam em inglês
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sem Brasil, Jogos da Lusofonia só se comunicam em inglês

Demétrio Vecchioli

22 Janeiro 2014 | 15h00

O Brasil poderia estar disputando os Jogos da Lusofonia, evento poliesportivo que chega à sua terceira edição, mas decidiu abriu mão de competir em Goa, na Índia, por causa do adiamento da competição, que deveria ter sido organizada em novembro do ano passado e só está acontecendo agora. Começou no domingo e vai até o dia 29.

A decisão do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), porém, parece ter sido a mais acertada. Portugal também se irritou com as mudanças em cima da hora e não mandou equipe com grandes nomes. E o nível de organização é tal, mas tal, que  mesmo sendo organizada pela Associação dos Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa (ACOLOP), os Jogos da Lusofonia têm perfis nas redes sociais apenas em inglês. E o site oficial, que até tem uma versão fraquinha em português, não é atualizado há semanas.

O que se sabe é que o Brasil só está disputando o wushu (kung-fu), provavelmente por conta própria, uma vez que o COB não apoia. São outras oito modalidades em disputa: atletismo, basquete, vôlei de praia, vôlei, futebol, judô, tênis de mesa e tae kwon do. Dos 2.000 atletas esperados, cerca de 700 estariam na Índia. Pelo que diz a imprensa local, ninguém sabe dizer ao certo.


O Brasil venceu as duas primeiras edições, realizadas em Macau (2006) e Lisboa (2009).  Das equipe participantes, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Guiné Equatorial têm no português sua língua oficial. A região de Goa, na Índia, e o Sri Lanka competem como convidados.

Nas duas primeiras edições dos Jogos, o Brasil levou alguns atletas que pelo menos hoje são importantes. Casos de Franciela Krasucki, Kleberson Davide, Ronald Julião, Guilherme Cobbo, Lutimar Paes, Bruno Lins, Vanda Gomes, Jefferson Sabino, Keila Costa, Evelyn dos Santos, Geisa Coutinho (todos no atletismo), Felipe Kitadai, Luiz Revite, Rafael Silva, Raquel Silva, Mariana Barros, Mariana Silva (no judô), Lígia Silva (tênis de mesa), Raphaella Galacho e Douglas Marcelino (tae kwon do) , além de Lili, que participou duas vezes no vôlei de praia.

Mais conteúdo sobre:

COBJogos da Lusofonia