Competidor do Rally dos Sertões fará doação de livros para comunidades carentes

Competidor do Rally dos Sertões fará doação de livros para comunidades carentes

Ricardo Ribeiro

09 Agosto 2017 | 23h05

Notícia sensacional, amigos. Adoro escrever sobre isso! O post de hoje vai mostrar algo bem bacana.

Uma equipe do Maranhão irá doar 1.000 livros para crianças, adolescentes e adultos de comunidades carentes durante o Rally dos Sertões 2017, de 19 a 26 de agosto entre Goiânia (GO) e Bonito (MS).


Para realizar as ações, o piloto de carro Fábio Cadasso teve a ajuda de amigos e também patrocinadores. E ele promete acelerar forte para entregar mais cultura à população de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estados do roteiro da edição de 25 anos de uma das maiores provas 0ff-road do Planeta.

Cadasso durante entrega de livros para comunidade carente. Ele vai repetir a iniciativa no Rally dos Sertões 2017. Foto: Divulgação

Cadasso durante entrega de livros para comunidade carente. Ele vai repetir a iniciativa no Rally dos Sertões 2017. Foto: Divulgação

Aliás, Cadasso vai começar o trabalho de incentivo à leitura entre São Luís e Goiânia, já no caminho rumo ao local da largada do Sertões no Autódromo Internacional de Goiânia.

Wooow! Legal demais!

A ideia de distribuir livros não é nova e já foi executada várias vezes, principalmente no Sertões. A Dunas Race, organizadora da competição, sempre bateu na tecla de que saúde e educação podem caminhar juntas ao rali. Marcos Ermírio de Moraes, o dono do evento, não poupa esforços para que isso aconteça cada vez mais.

Só para se ter uma noção do que estou dizendo, a turma do S.A.S. (Saúde e Alegria no Sertões) começou com uma equipe de 10 pessoas em 2014 e hoje já são 40 envolvidos em várias ações sociais durante a prova. E contam com parceiros renomados, com o Hospital Albert Einstein. Veja mais em outro post que fiz aqui no blog do Estadão.

Aliás, todo tipo de ação do gênero precisa ser divulgada e repercutida. Quem leva cultura, saúde e alegria aos cantos mais distantes do país deve ser aplaudido de pé…

Fábio Cadasso, que participará do Rally dos Sertões pela quinta vez, ficou motivado a fazer as doações depois que participou do projeto Rallyteca, do Rally Piocerá, entre o Piauí e Ceará. Lá foi feita uma grande doação de livros e o piloto estava lá, firme e forte.

Ideia Fixa

Gente do bem é o que não falta nos bastidores do Rally dos Sertões.

Além de Cadasso, que vive em um dos estados mais pobres e carentes do país, o Maranhão, outros projetos são realizados durante o Rally dos Sertões. Um deles é o Ideia Fixa, da jornalista Tânia Mara de Carvalho, de Poços de Caldas (MG), que já tem 15 anos.

O Ideia Fixa divulga números que impressionam: neste período já foram percorridos 480.000 quilômetros, beneficiando mais de 140.000 pessoas em 16 Estados. Ao todo foram doados 209 toneladas de produtos e objetos, entre móveis, roupas, calçados, alimentos, brinquedos, água, kits de higiene bucal e pessoal. Além de 160.000 livros novos e usados para alunos de diversas escolas de cidades que fizeram parte dos roteiros por onde o projeto já passou.

Há ainda vários doadores e incentivadores de ações sociais durante o rali. Um deles é o campeão do Dakar 2017, Leandro Torres. Executivo da área financeira e sócio do banco BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina, ele foi o primeiro competidor a fazer doações (e pedir para que os colegas fizessem o mesmo) para o S.A.S. É chamado de o “padrinho” da turma, que já impactou mais de 3.200 pessoas e fez 69 cirurgias de câncer de colo de útero e câncer de pele no Sertões 2016!

O Rally dos Sertões, e as pessoas que fazem parte dele, são demais!

*  Ricardo Ribeiro, paulista, 46 anos, é jornalista, louco por internet, tecnologia, fotografia e café (vinho também!). Já participou dos maiores ralis do mundo, como o Paris-Moscou-Ulan Bator-Pequim, entre França, Alemanha, Holanda, Finlândia, Rússia, Cazaquistão, Mongólia e China. Também cobriu quatro vezes o até então ‘Paris-Dakar’ no Marrocos, Mauritânia, Líbia, Egito, Tunísia, Mali, Burkina Faso e Senegal, na África. Já trabalhou na divulgação de mais de 10 edições do Rally dos Sertões, Enduro da Independência e Rally Cerapió/Piocerá, no Brasil. O conteúdo produzido por Ricardo Ribeiro foi amplamente divulgado pelos jornais O Estado S.Paulo e Jornal da Tarde, Agência Estado, Rádio Eldorado e pelos canais de TV ESPN Brasil, Band, Record e SBT, além de importantes revistas especializadas como Quatro Rodas.

0 Comentários