Santos não tem elenco, Jair Ventura tem errado e diretoria não se mexe

Equipe vai ter dificuldades na temporada se não se ajeitar antes da Copa do Mundo

Robson Morelli

07 Maio 2018 | 13h04

A surra de 5 a 1 do Santos para o Grêmio expôs uma situação que comentamos com frequência no Estadão Esporte Clube, programa esportivo que os jornalistas do Estadão fazem diariamente no Facebook. O Santos vai precisar de muito mais que apenas se organizar para sofrer menos nesta temporada. O elenco é reduzido. Não há armadores competentes. Gabriel Barbosa joga fora de posição e faz apresentações ruins. Jair Ventura, por sua vez, tem tentado enfrentar os rivais de frente, como fez diante do Grêmio, e quebrado a cara. O time é limitado. Precisa de mais gente e gente mais competente em campo. A diretoria trabalha de forma lenta, não apresenta soluções, não contrata ninguém relevante e o Santos vai perdendo e ficando para trás.

Mandar o treinador embora, digo, não é solução. Tomara o presidente entenda isso também. Não foi Peres quem contratou Jair Ventura. Sabemos que há dirigentes pedindo a cabeça do técnico na Vila Belmiro. Mas seria um erro começar a mudar com a demissão do comandante. Não é esse o caminho. Jair sabe o que faz. Precisa aprender e rever alguns conceitos que funcionavam bem no Botafogo, mas que não dão certo no Santos.

Mais conteúdo sobre:

Santos FCfutebolSantos FCfutebol