Todos no Corinthians estão assustados com a possibilidade de perder o título

Carille antecipa concentração e conversa com elenco em semana livre: domingo tem jogo contra a Ponte

Robson Morelli

26 Outubro 2017 | 10h29

Antecipar a concentração, conversar com os jogadores, refazer contas e até mudar jogadores. Tudo o que o técnico Fábio Carille não precisou fazer ao longo do Brasileiro ele recorre agora nesta reta final da competição. A vantagem de seis pontos para Palmeiras e Santos parece não ser suficiente para deixar o ânimo tranquilo no Parque São Jorge. O medo de perder o título existe. De todos: do time, da comissão técnica, da diretoria e da torcida. A conversa com membros da Gaviões demonstra isso. O problema é que hoje, qualquer iniciativa dessa natureza ainda provoca calafrios nos jogadores. A cobrança existe. O jogo com a Ponte Preta é mais do que decisivo nesse momento. Se perder, o caldeirão vai ferver. Na rodada 32, o Corinthians enfrenta o Palmeiras em sua casa. Confronto direto. Carille tenta mudar o viés de baixa da equipe e tirar a ansiedade dos atletas. Eles sabem que estão jogando mal. Também é seu primeiro teste duro desde que assumiu o time.

Atacante Jô: Corinthians em baixa no Nacional GABRIELA BILO / ESTADÃO

Mais conteúdo sobre:

Corinthiansfutebol