Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » PMs de BH mudam planejamento por causa de roubos

Esportes

Esportes

PMs de BH mudam planejamento por causa de roubos

Policiamento se reorganiza horas antes do jogo entre Bélgica e Argélia, desta terça-feira, 17

Seleção Universitária

17 Junho 2014 | 13h21

Policiamento se reorganiza horas antes do jogo entre Bélgica e Argélia, desta terça-feira, 17

 

Gabriel Gama – especial para O Estado de S. Paulo

BELO HORIZONTE – O número de efetivo de 420 Policiais Militares do Batalhão Copa continua o mesmo no entorno do Mineirão para o segundo duelo, entre Bélgica e Argélia, nesta terça-feira, 17.

Segundo o major Frederico, responsável pelo trabalho de segurança nas redondezas do estádio, as ocorrências de roubos de ingressos e a atuação de cambistas com bilhetes falsos, que aconteceram no sábado, não alterou na quantidade de PMs em atuação, mas obrigou uma mudança de planejamento.

“Em decorrência dos furtos e roubos que surgiram no primeiro jogo, decidimos realocar os nossos policiais para pontos mais sensíveis e com maior aglomeração de pessoas. Há uma concentração de nosso efetivo em pontos próximos aos bares da avenida Abraão Caram, onde aconteceram mais ocorrências”, explicou.

Segundo o oficial, o raio de revista das Fan Walks se estendeu algumas centenas de metros. “No jogo de sábado, nos posicionamos em frente a portaria da UFMG. Desta vez, instalamos as áreas de verificação logo na entrada da Abraão Caram”, concluiu.

Apesar do perímetro ter aumentado, a fragilidade nas revistas continua. Torcedores mal mostram os ingressos e os policiais já liberam. Em alguns casos, sequer a revista acontece.

Bombeiros. Se por um lado a PM teve de mudar a estratégia, o Corpo de Bombeiros segue da mesma forma com 92 bombeiros, 87 brigadistas e 5 carros. Para o capitão Fábio, responsável pela operação, o trabalho deve ser tranquilo como foi no duelo entre Colômbia e Grécia, por isso que o efetivo não alterou. “Tivemos que encaminhar para o posto médico da secretaria de saúde da prefeitura apenas três casos de pessoas que se machucaram, sendo que nenhum foi grave. Vamos fazer o mesmo trabalho de sábado”, disse.

A atuação dos fiscais na detecção de metais e materiais proibidos logo na entrada para a Fan Zone e os portões de acesso segue no mesmo rigor. Cornetas são proibidas e até canetas devem ser descartadas pelos torcedores.

Tenente Figueiredo ainda frisou que não será tolerado a venda de cervejas a preços ilegais por parte de ambulantes credenciados da Fifa no entorno. Após a denúncia feita pela Seleção Universitária no sábado, as polícias militares e civis estão mais atentas.

Caso ocorra extorsões, o vendedor será encaminhado para a delegacia mais próxima qur tomará as medidas cabíveis. Até às 11h, não foi identificado nenhum caso de comercialização de bebidas acima do preço combinado de cinco reais.

Encontrou algum erro? Entre em contato