Seleção Universitária

30 Maio 2014 | 18h48

Em rede social, partido postou errata informando que valor corresponde à receita extra resultante da Copa

Em rede social, PT volta atrás em declaração sobre Fifa (Reprodução)

Gabriel Gama – especial para o Estado de S. Paulo

BELO HORIZONTE – A página oficial no Facebook do Partido dos Trabalhadores (PT) publicou na manhã desta sexta-feira, 30, que a Fifa não recolheria R$ 16 bilhões em impostos ao Brasil. A informação foi retificada pelos gerenciadores do espaço em uma nova postagem divulgada no fim da tarde. Na errata, a legenda reconheceu o equívoco e disse que o valor referido é uma estimativa de quanto será a receita fiscal extra resultante da Copa do Mundo.

O responsável pela página na rede social, o assessor de imprensa Leandro Fortes, minimizou a situação e explicou o equívoco. “Foi um erro como acontece em qualquer outro lugar. Apagamos a postagem equivocada e colocamos esta errata. O erro aconteceu exatamente na hora de verificar o cálculo de estimativa total de recolhimento de impostos ao Brasil”, disse.

A postagem equivocada contradiz o que a legenda vinha defendendo nos últimos dias. Alguns comentaristas esportivos, como o jornalista Jorge Kajuru, tem acusado o país de isentar a Fifa do pagamento de impostos ao contrário do que aconteceu nas últimas edições do torneio sediadas na África do Sul, Alemanha e Japão-Coreia do Sul.

Em uma matéria publicada no último dia 24 em seu portal oficial, o partido negou as acusações e afirmou que Brasil receberá, US$ 7,2 bilhões (R$ 16 bilhões) ao todo, segundo estudos da Ernst & Young e Fundação Getúlio Vargas (FGV). De acordo com o PT, o valor seria superior aos investimentos públicos feitos nos estádios.

“Tudo mentira. O fato é que cada bilhete vendido recolhe impostos, pois o Centro de Ingressos, o Comitê Organizador Local e prestadores de serviços da Fifa são tributados nos termos da legislação nacional”, relatava a reportagem que não está mais no ar.

Confira a errata do PT na íntegra:

“ERRAMOS

Ao contrário do que afirmamos em postagem publicada nesta manhã, a Fifa não recolherá R$ 16 bilhões em impostos ao Brasil.

A receita fiscal extra resultante da Copa do Mundo da Fifa 2014 é que deverá chegar a R$ 16 bilhões.

Ou seja, cerca de U$ 7,2 bi, segundo estudos da Ernst & Young e Fundação Getúlio Vargas (FGV).

As consultorias calculam que haverá uma movimentação adicional de R$ 142,3 bilhões na economia do País com os jogos.

Pedimos desculpas pelo equívoco.

Equipe Facebook”