ARGENTINA A UM PASSO DA VITÓRIA NO RUGBY CHAMPIONSHIP

brunoromano

17 Setembro 2012 | 18h41

Os argentinos insistem em conseguir a primeira vitória no Rugby Championship ainda este ano. O triunfo não está longe de acontecer, ainda mais após o jogo do último sábado, quando deixaram escapar, na ponta dos dedos, uma oportunidade de ouro contra os Wallabies.

Os Pumas lideravam por 19-6 a vinte minutos do fim. A partir daí, os australianos começaram uma reação relâmpago: marcaram 17 pontos e conquistaram sua segunda vitória (de virada improvável) seguida – a outra foi para cima dos Springboks, em Perth, na semana anterior. Os argentinos ficaram sem reação.

Mas os que os Pumas realmente precisam para finalmente cimentar seu lugar no Rugby Championship? O primeiro passo foi dado, com a seleção ganhando seu respeito do público internacional. Dentro de campo, já haviam conquistado este status pela participação nas últimas Copas do Mundo.


Uma vitória levaria a Argentina a um nível de confiança importante para subir outro degrau no torneio do ano que vem – a dúvida é quando ela virá. A melhor chance foi neste jogo que passou, contra uma equipe dos Wallabies desfalcada. Mas a inexperiência dos argentinos ficou clara e o elenco não conseguiu fechar as portas para garantir a vitória.

A presença de jogadores machucados e desfalques importantes, no entanto, não assombram os All Blacks, próximos adversários dos Pumas. Mesmo sem ter atingido a melhor forma até agora, garantindo os placares elásticos ao que estamos acostumados, os neozelandeses se mostraram capazes de decidir jogos equilibrados.

Os argentinos, portanto, terão as duas melhores chances jogando em casa. Tudo vai depender do fato de conseguir aguentar 80 minutos do mesmo rugby que jogaram em Wellington. Se somarmos isso ao desempenho do ataque argentino em Gold Coast, a chance aumenta bastante.

Se fosse da comissão técnica dos Pumas, focaria no encontro com os Wallabies no dia 7 de outubro, em Rosário – a verdadeira oportunidade do ano. O confronto deve ser apertado contra os All Blacks: é o grande jogo da história recente do rugby argentino. Isso é certo, mas o duelo decisivo será contra os australianos, que não tem mesma força defensiva dos All Blacks. O que os deixa bastante vulneráveis.

Fotos: AP