Ricciardo virou o jogo no México

Ricciardo virou o jogo no México

Ricciardo virou o jogo no México. Australiano deu as cartas no segundo treino. Hamilton ficou em segundo. Ocón ameaçado de morte.

Wagner Gonzalez

27 Outubro 2017 | 20h33

Não fosse a marca registrada do seu enorme sorriso e Daniel Ricciardo poderia se encaixar no personagem do mineirinho discreto: ao final do primeiro dia de treinos para o GP do México o australiano foi o mais rápido, virou o jogo e nem teve tempo de ver muitos de seus rivais rodando em consequência da pouca aderência do piso e baixa pressão aerodinâmica decorrente da altitude local, 2.240 metros.

Por hora Hamilton brilha mais que Vettel, o único com chances de lhe tirar o título (Mercedes)


Na disputa mais importante do fim de semana o inglês Lewis Hamilton foi o segundo mais rápido enquanto o alemão Sebastian Vettel, ainda com chances de chegar ao título, foi o quarto. Um quinto lugar de Hamilton, independentemente do resultado obtido por Vettel garante a conquista do título com duas provas de antecipação para o final da temporada, Brasil e Abu Dhabi.

Vettel ainda não encontrou o melhor acerto para o circuito mexicano (Ferrari)

Além do clima de festa que marca o GP do México, o dia teve vários novatos treinando na parte da manhã, quando Valtteri Bottas liderou uma dobradinha da Mercedes. O italiano Antonio Giovinazzi, conduziu o Haas VF17-Ferrari de Romain Grosean e ficou em 15º lugar, com o tempo de 1’21” 269, a 3”445 de Valtteri Bottas.

Antonio Giovinazzi foi o melhor dos “novatos”no treino livre da manhã (Haas)

Atrás dele ficaram Charles Leclerc (16º, Sauber C36-Ferrari de Marcus Ericsson, 1’21”446), Sean Gelael (17º, Toro Rosso STR12-Renault de Pierre Gasly, 1’21”446) e Alfonso Celis Jr ( 19º, Force India VJ10-Mercedes de Estebán Ocón, 1’22”342). Ironicamente Celis Jr bateu e danificou bastante o carro de Ocón, que está circulando com guarda-costas devido às ameaças de morte que lhe foram endereçadas pelos fãs de seu companheiro de equipe, o ídolo local Sérgio Pérez.

Estebán Ocón recebeu ameaças de morte e recebeu proteção de guarda-costas (Sahara Force India)

O canal SporTV transmite as atividades de amanhã e domingo nos seguintes horários:

3º treino livre: sábado a partir das 12:55 (SporTV 3)
Prova de classificação: sábado a partir das 15:30 (SporTV 3)
Corrida: domingo, a partir das 16 horas (SporTV 2)

É aconselhável confirmar os horários diariamente.

Os resultados do treino da parte foram estes:

1) Daniel Ricciardo (Austrália), Red Bull RB13-Tag Heuer, 1’17″801
2) Lewis Hamilton (Grã-Bretanha), AMG-Mercedes W08, 1’17″932
3) Max Verstappen (Holanda), Red Bull RB13-Tag Heuer, 1’17″964
4) Sebastian Vettel (Alemanha), Ferrari SF70H, 1’18″051
5) Kimi Räikkönen (Finlândia), Ferrari SF70H, 1’18″142
6) Valtteri Bottas (Finlândia), AMG-Mercedes W08, 1’18″299
7) Fernando Alonso (Espanha), McLaren MCL32-Honda, 1’18″508
8) Sérgio Pérez (México), Force India VJ10-Mercedes, 1’18″728
9) Nico Hulkenberg (Alemanha), Renault RS 17, 1’18″775
10) Estebán Ocón (França), Force India VJ10-Mercedes, 1’18″822
11) Carlos Sainz Jr (Espanha), Renault RS 17, 1’19″060
12) Felipe Massa (Brasil), Williams FW40-Mercedes, 1’19″206
13) Brendon Hartley (Nova Zelândia), Toro Rosso STR12-Renault, 1’19″423
14) Lance Stroll (Canadá), Williams FW40-Mercedes, 1’19″524
15) Stoffel Vandoorne (Bélgica), McLaren MCL32-Honda, 1’19″844
16) Pascal Wehrlein (Alemanha), Sauber C36-Ferrari, 1’20″306
17) Kevin Magnussen (Dinamarca), Haas VF17-Ferrari, 1’20″318
18) Marcus Ericsson (Suécia), Sauber C36-Ferrari, 1’20″362
19) Pierre Gasly (França), Toro Rosso STR12-Renault, 1”21″745
20) Romain Grosjean (França), Haas VF17-Ferrari, 1’25″526

@Motclassicos