Brasil perde da Espanha e fica em segundo no Grupo A

A seleção brasileira sofreu nesta quinta-feira sua primeira derrota no Mundial Feminino de Basquete: perdeu por 67 a 66 para a Espanha, e terminou a primeira fase em segundo lugar no Grupo A, atrás da Argentina e à frente da seleção espanhola, graças ao critério de point avergage - numero de pontos marcados dividido pelo de pontos sofridos. As três equipes avançam para a segunda fase. O Brasil teve sua pior atuação no Mundial, especialmente no último quarto, quando marcou apenas nove pontos. Durante todo o jogo, no entanto, permitiu os arremessos de fora da seleção espanhola, que converteu nove cestas de três pontos - o Brasil marcou apenas seis cestas de fora e ainda teve baixo aproveitamento nos lances livres - acertou 12 em 19, ou apenas 63%. A um minuto e meio do fim do jogo, a equipe perdia por seis pontos - 66 a 60 -, mas conseguiu a reação com uma cesta e três pontos de Helen e três lances livres de Janeth, que teve péssima atuação - marcou nove pontos e acertou apenas um de 11 arremessos de quadra. A 15 segundos do fim, a espanhola Laia Palau teve dois lances livres, mas converteu somente o segundo, deixando a Espanha um ponto na frente. O Brasil teve a posse de bola, mas não soube armar a jogada para virar a partida, errando arremessos com Janeth, Êga e Alessandra, que reclamou de falta no último lance. A cestinha do Brasil na partida foi Iziane, que marcou 19 pontos e, curiosamente, não estava em quadra nos minutos finais da partida. No garrafão, Alessandra obteve 13 rebotes, sendo 9 deles no ataque. Pela Espanha brilharam a ala Valdemoro, cestinha do time, com 19 pontos, e a armadora Aguilar, que marcou 15 pontos, todos eles em cestas de três. Com o segundo lugar, o Brasil inicia sua presença na segunda fase no sábado, às 14 horas, contra o segundo colocado do Grupo B, que será definido nos jogos entre Lituânia e Senegal, às 17h30, e Canadá x Austrália, às 19h45. Zebra cubana Pelo Grupo D, em Barueri, a seleção de Cuba surpreendeu a França, que vinha de duas vitórias, e venceu por 78 a 73 a partida que fechou o Grupo D. Mesmo com a vitória, as cubanas ficaram em terceiro lugar na chave, atrás das francesas, que têm melhor point average. O primeiro lugar ficou com o República Checa, que venceu Taiwan na abertura da rodada por 93 a 72. O jogo também foi muito equilibrado e decidido apenas nos segundos finais. O destaques da equipe cubana foram Yakelyn Plutin, cestinha da partida, com 23 pontos, e Yayma Boulet, melhor embaixo da cesta - pegou 11 rebotes e marcou 18 pontos. (Atualizado às 17h30)

Agencia Estado,

14 Setembro 2006 | 17h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.