1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Brasil vence e festeja título do Sul-Americano de Basquete

Estadão Conteúdo

19 Agosto 2014 | 08h 45

Na final, seleção bate a Argentina por 59 a 47; "Ganhar das argentinas sempre tem um gostinho melhor", afirma a MVP Clarissa

A seleção brasileira feminina de basquete confirmou o seu favoritismo na noite de segunda-feira e conquistou o título do Campeonato Sul-Americano, realizado no Equador, na cidade de Ambato. Na decisão, o Brasil derrotou a Argentina por 59 a 47, vencendo pela 25ª vez o torneio, sendo a 15ª de maneira consecutiva e invicta. Satisfeito, o técnico Luiz Augusto Zanon, valorizou a conquista do Brasil.

"Foi uma vitória importante pela fase que estamos e nas dificuldades que tivemos na quadra. O comportamento que elas demonstraram nesta noite foi muito bom. Elas estavam cientes que não estávamos fazendo uma grande partida, mas esperando o momento para colocar as situações de jogo próximas a vitória.

Foi um grande amadurecimento da equipe. No meu entendimento, quanto mais dificuldade este grupo tiver mais rápido ele alcançará o nível de amadurecimento que objetivamos. Ser campeão em qualquer torneio é muito importante. E é importante essa equipe conquistar todos as vitórias que jogar", disse.

Divulgação
A seleção brasileira bateu a Argentina por 59 a 47

O duelo com a Argentina foi equilibrado, especialmente no primeiro tempo, que terminou com vantagem de apenas um ponto para o Brasil - 28 a 27. A cestinha da partida foi a argentina Melissa Gretter com 16 pontos. A ala Jaqueline anotou 15 pontos, enquanto a pivô Clarissa se destacou com um "double-double" ao somar 18 rebotes e 11 pontos.

"Foi um jogo duro durante os 40 minutos, mas que sabíamos que não seria fácil. Temos que destacar o que foi muito positivo que as meninas souberam a hora certa de ganhar o jogo. Esse é um momento que muitas equipes não tem o poder de recuperação na dificuldade. Fomos nos mantendo e a hora que tivemos a chance de vencer o jogo soubemos aproveitar. Esse fator agradou muito a mim e a comissão técnica", disse o técnico Luiz Augusto Zanon.

Clarissa foi escolhida a MVP do torneio e destacou as dificuldades enfrentadas na decisão. "Entramos um pouco nervosas e ansiosas, mas no decorrer da partida fomos passando confiança e segurança umas para as outras e conseguimos sair com uma boa vitória. E ganhar das argentinas sempre tem um gostinho melhor. Durante o jogo vinham tantas coisas na minha cabeça, mas me sentia pronta e bem para esse jogo. Estávamos no momento confiante e as bolas caíram no momento certo. Graças a Deus e ao grupo todo saímos com essa vitória e permanecemos com a hegemonia sul-americana", avaliou.

Também na noite de segunda-feira, a Venezuela assegurou presença no Pan-Americano de 2015, em Toronto, no Canadá, ao derrotar o Chile por 72 a 54, encerrando o Sul-Americano na terceira colocação. As duas seleções, o Brasil e a Argentina já haviam assegurado presença no Torneio Pré-Olímpico das Américas de 2015, que será realizado em Edmonton, também no Canadá.