AP/Charles Krupa
AP/Charles Krupa

Cavaliers passa fácil pelo Celtics na abertura da final do Leste da NBA

Partida foi marcada por show de LeBron James e discussão entre Smart e Thompson

Estadão Conteúdo

18 Maio 2017 | 09h14

LeBron James superou todos os marcadores que o Boston Celtics colocou à sua frente e o Cleveland Cavaliers mostrou que não perdeu o ritmo após um longo descanso, seguindo invicto na pós-temporada após abrir a decisão da Conferência Leste com vitória por 117 a 104, fora de casa, na noite de quarta-feira.

Para isso, LeBron totalizou 38 pontos, nove rebotes e sete assistências. "Está jogando em alto nível, e esse é o motivo para estarmos nos apoiando tanto nele", disse o técnico do Cavaliers, Tyronn Lue. "Quando LeBron joga nesse nível, os outros só têm que se manter sólidos e temos boas possibilidades de ganhar".

Após uma inatividade de dez dias, LeBron e o Cavaliers assumiram rapidamente a liderança e não a deixaram escapar. "Não podemos entrar em um buraco tão profundo como este contra eles", lamentou o técnico do Celtics, Brad Stevens.

Com média de 13,8 pontos por jogo nas duas primeiras rodadas dos playoffs, Kevin Love registrou a sua melhor produção ofensiva na pós-temporada com 32, além de ter capturado 12 rebotes pelo Cavaliers, que agora soma nove vitórias em nove jogos. O time de Cleveland abriu os playoffs do ano passado com uma sequência de dez triunfos antes de se proclamar campeão.

LeBron esteve à vontade em quadra no primeiro tempo e levou o Cavaliers a conquistar uma vantagem de 26 pontos. Love abriu espaços para o companheiro, fazendo com que o Celtics em muitos momentos só conseguisse marcar o astro com apenas um jogador.

Avery Bradley e Jae Crowder lideraram o Celtics com 21 pontos cada. Isaiah Thomas somou 17 pontos, enquanto Al Horford acumulou 11 pontos, oito rebotes e seis assistências. O time de Boston errou 11 dos seus 14 primeiros arremessos de quadra.

A partida ficou tensa no terceiro quarto, quando Marcus Smart, do Celtics, e Tristan Thompson, do Cavaliers, se desentenderam e tiveram de ser separados pelos árbitros. Eles voltaram a discutir, até LeBron intervir.

A confusão parece ter estimulado o Celtics, que fechou o terceiro período com uma ofensiva de 11 a 3, diminuindo a vantagem do Cavaliers para 92 a 75. Mas logo o time de Cleveland retomou o controle do jogo e abriu dianteira de 20 pontos.

O segundo encontro da série está programado para a próxima sexta-feira, novamente em Boston.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.