Rob Carr/Getty Images
Rob Carr/Getty Images

Com cesta de 3 no fim, Wizards vence Celtics e empata duelo na NBA

John Wall salva equipe da capital norte-americana e força jogo 7 da semifinal, que será na próxima segunda-feira

Estadão Conteúdo

13 Maio 2017 | 09h46

Com uma heroica cesta de três pontos nos segundos finais da partida, o Washington Wizards venceu o Boston Celtics por 92 a 91, na noite desta sexta-feira, e empatou em 3 a 3 o duelo da semifinal da Conferência Leste da NBA. O resultado forçará a disputa do sétimo e decisivo jogo neste confronto dos playoffs.

Jogando em casa, no Verizon Center, o time de Washington contou com uma cesta decisiva de John Wall a 3,5 segundos do fim da partida para virar o marcador e confirmar a apertada vitória. "Tudo o que pedimos foi mais um jogo neste duelo. E agora vamos ter", comemorou o armador.

O confronto decisivo entre Wizards e Celtics está marcado para segunda-feira, às 21 horas (horário de Brasília), em Boston. O vencedor desta sétima partida vai enfrentar na final da Conferência Leste o Cleveland Cavaliers. Os atuais campeões da NBA "varreram" o Toronto Raptors na semifinal, por 4 a 0.

Mesmo sendo o destaque do fim do jogo, Wall não foi o maior protagonista do Wizards nesta sexta. Bradley Beal foi o cestinha da noite, ao anotar 33 pontos e ainda contribuir com cinco assistências. Wall registrou 28 pontos e oito assistências. E Markieff Morris cravou um "double-double" de 16 pontos e 11 rebotes.

Do outro lado da quadra, o Celtics contou com o brilhou da dupla formada por Isaiah Thomas e Avery Bradley. Ambos anotaram 27 pontos. Thomas ainda registrou sete assistências. Al Horford, por sua vez, ajudou com seus 20 pontos.

Mesmo com essa regularidade, a dupla do time visitante não conseguiu parar os pressionados anfitriões. Precisando da vitória a qualquer custo, o Wizards começaram melhor o jogo e levaram o primeiro quarto. No segundo, chegaram a ostentar dez pontos de vantagem. Porém, o Celtics iniciou sua reação e assumiu a dianteira do placar antes do fim do período.

No terceiro quarto, os visitantes começaram a mostrar força em quadra e até abriram cinco pontos de frente. Foi com um esforço de última hora, no último período, que o Wizards reduziu a desvantagem no placar e decretou a virada com a cesta salvadora de Wall nos segundos finais.

Mais conteúdo sobre:
Basquete basquete NBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.