Ronald Cortes/AP
Ronald Cortes/AP

Durant brilha, Warriors derrota o Spurs e fica a uma vitória da final da NBA

Atuando em San Antonio, Golden State vira o placar e vence por 120 a 108 contra o rival, que jogou sem Kawhi Leonard

Estadão Conteúdo

21 Maio 2017 | 09h46

O Golden State Warriors está a uma vitória da decisão da temporada 2016/2017 da NBA. No último sábado, a equipe de Oakland fez 3 a 0 na série melhor de sete da final da Conferência Oeste contra o San Antonio Spurs ao triunfar fora de casa por 120 a 108, com atuação de gala de Kevin Durant, autor de 33 pontos e 10 rebotes.

O resultado mais uma vez escancarou a falta que o Spurs sente de dois de seus principais jogadores. Se Tony Parker já vinha tendo sua ausência sentida desde a série contra o Houston Rockets, o desfalque de Kawhi Leonard em mais um jogo contra o Warriors foi fundamental para o resultado, que praticamente definiu a decisão do Oeste.

Para impedir a classificação do Warriors, o Spurs teria que fazer história, uma vez que nenhum time da NBA em todos os tempos conseguiu reverter uma desvantagem de 3 a 0 nos playoffs. E com a possibilidade de seguir sem seu principal jogador, a tarefa é ainda mais difícil. Por isso, a tendência é que os comandados de Steve Kerr confirmem a classificação, talvez até em San Antonio, no Jogo 4, segunda-feira.

Apesar do triunfo por 12 pontos de diferença, o Warriors começou levando um susto diante do Spurs no sábado. Comandado por LaMarcus Aldridge e Manu Ginóbili, o time texano foi melhor no início e abriu vantagem no primeiro quarto. Só que já a partir do segundo período, o jogo dos visitantes encaixou e a vitória parecia encaminhada.

Não bastassem as ausências de Parker e Kawhi, o Spurs perdeu mais um jogador por lesão no sábado. O pivô David Lee deixou a partida ainda no primeiro período sentindo fortes dores no joelho esquerdo e não voltou mais para a partida. Ele passará por exames e pode ficar de fora do resto dos playoffs.

Com o triunfo, o Warriors chegou à incrível marca de 11 vitórias e nenhuma derrota nesta pós-temporada e pode avançar à decisão sem ser derrotado em nenhuma partida. Do outro lado, o Cleveland Cavaliers faz campanha semelhante, venceu seus primeiros 10 jogos e está a dois triunfos contra o Boston Celtics de chegar à decisão. Por isso, uma terceira final consecutiva entre Warriors e Cavaliers parece questão de tempo.

E para chegar à terceira vitória contra o Spurs, o time de Oakland contou com boa atuação coletiva. Além do "double-double" de Durant, os visitantes tiveram 21 pontos de Stephen Curry, que se tornou o maior pontuador da história da franquia em playoffs, 17 de Klay Thompson e 16 de JaVale McGee. Do outro lado, destaque para os 21 pontos do veterano Ginóbili.

Antes de o Warriors ter a chance de decidir a final do Oeste na segunda-feira, os playoffs da NBA terão sequência neste domingo. Depois de fazer 2 a 0 no Celtics fora de casa, o Cavaliers pode ficar a uma partida da final em Cleveland. Não bastasse a superioridade da equipe, o adversário ainda estará sem seu principal jogador, Isaiah Thomas, que sofreu uma lesão e está fora dos playoffs.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.