EUA e Austrália confirmam favoritismo e vencem no Mundial

Duas das principais candidatas ao título do Mundial Feminino de Basquete, Estados Unidos e Austrália confirmaram o favoritismo e venceram seus jogos nesta quarta-feira, na segunda rodada do campeonato. As norte-americanas fizeram 79 a 46 na Nigéria, enquanto as australianas marcaram 95 a 55 em Senegal - com isso, ambas já estão classificadas para a próxima fase. Em Barueri, a seleção dos Estados Unidos não precisou nem forçar muito o ritmo para ganhar da Nigéria, por 79 a 46. Com o domínio do jogo, a técnica Anne Donovan colocou em quadra as 12 jogadores do grupo norte-americano e todas marcaram pontos. Mas a cestinha da partida foi a nigeriana Itoro Umoh, com 15 pontos. Com duas vitórias no campeonato, o time dos EUA já está classificado e decide a primeira posição do Grupo C nesta quinta-feira, quando enfrenta a Rússia, outra seleção que venceu nas duas primeiras rodadas do Mundial. A musa em quadra Em sua estréia para valer, a Austrália derrotou Senegal por 95 a 55, nesta quarta-feira, no Ginásio do Ibirapuera. A seleção australiana chegou à sua segunda vitória no Mundial, depois de ter vencido por WO na terça, quando a Lituânia não apareceu para jogar - a delegação teve dificuldades para entrar no Brasil por causa da vacina contra a febre amarela. O grande destaque do jogo do Ibirapuera foi a australiana Lauren Jackson, a musa do Mundial. Além da beleza, ela mostrou ter muito talento: foi a cestinha da partida com 31 pontos. Líder do Grupo B, a classificada Austrália luta pelo primeiro lugar nesta quinta-feira, contra o Canadá.

Agencia Estado,

13 Setembro 2006 | 21h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.