Janeth torce o tornozelo e deixa a quadra carregada

A ala Janeth vai fazer tratamento intensivo para se recuperar de um entorse no tornozelo direito e tentar defender o Brasil nas quartas-de-final do Mundial Feminino de Basquete. Ela se contundiu no início do terceiro quarto da partida desta segunda, contra o Canadá, vencida pelo Brasil por 82 a 41, e saiu de quadra carregada e já fazendo aplicação de gelo na região lesionada. O Brasil vencia o jogo por 49 a 26 quando ela caiu em cima do pé da canadense Kimberley Smith numa disputa de rebote no garrafão do Brasil. Até então, vinha sendo uma das principais atletas, com 10 pontos e 11 rebotes nos 18 minutos que esteve em quadra - terminou o jogo como a melhor reboteira. "Fui saltar na bola e pisei no pé da canadense. Está bem dolorido e espero que não seja nada para a gente se recuperar logo", disse a jogadora, que prometeu, segundo a reportagem da TV Globo, estar em quadra nas quartas-de-final, "nem que seja engessada". Os médicos da seleção disseram que a contusão é leve e Janeth deve ter condições de jogo. Se o Brasil vencer, disputa as semifinais na quinta-feira, e a final, ou decisão do terceiro lugar, no sábado. "O importante é ela se sentir bem e aproveitar esse dia de folga para se recuperar", afirmou a armadora Helen. Janeth, que começou mal a competição, subiu de produção nos últimos jogos, especialmente na derrota de domingo para a Austrália. Aos 37 anos, ela está em seu quinto Mundial com médias de 13,8 pontos e 6,5 rebotes por jogo. (Atualizada às 17h23)

Agencia Estado,

18 Setembro 2006 | 16h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.