1. Usuário
Assine o Estadão
assine


LeBron encerra vínculo com Miami Heat e 'testará mercado'

Agência Estado

24 Junho 2014 | 12h 09

New York Knicks, Los Angeles Lakers e Cleveland Cavalier estão interessados no atleta

O astro LeBron James promete transformar a decisão de onde atuará a partir da próxima temporada da NBA novamente em uma novela. Seu contrato com o Miami Heat chegou ao fim com o término do último campeonato e ele tinha a opção de renová-lo automaticamente por dois anos. No entanto, decidiu não aceitar esta prorrogação automática e preferiu ficar livre para receber propostas.

LeBron James se tornou um "agente livre" - termo usado quando um jogador fica sem vínculo com sua equipe e pode receber proposta para assinar com qualquer outra franquia. A decisão de ficar sem contrato é comum no basquete norte-americano e em muitas oportunidades o jogador faz isso apenas para o time onde está atuando melhorar a proposta por ele. Por isso, há a possibilidade de que LeBron permaneça no Heat, onde ganharia US$20.590.000 na próxima temporada caso aceitasse a renovação automática.

O New York Knicks, o Los Angeles Lakers e o Cleveland Cavaliers seriam possíveis destinos para o astro, segundo a imprensa norte-americana. Caso LeBron decida deixar o Heat, pode causar o início de uma debandada na franquia. Isso porque os outros dois principais nomes da equipe, Dwyane Wade e Chris Bosh, também tiveram seus contratos encerrados ao fim do campeonato. Como o colega, eles podem renovar automaticamente, mas ainda não revelaram se aceitarão esta opção.

O futuro de LeBron James promete render muita especulação nos Estados Unidos nos próximos meses, algo parecido com o que aconteceu em 2010. Na oportunidade, o jovem jogador de apenas 25 anos fez muito mistério sobre seu destino após o fim do contrato com o Cleveland Cavaliers. No fim, optou por assinar com o Miami Heat.

Além de LeBron, outro astro da NBA decidiu testar o mercado nestas férias. O ala Carmelo Anthony ficou sem contrato com o New York Knicks e também tinha a opção de renovar automaticamente, mas preferiu receber propostas. De acordo com a imprensa nos Estados Unidos, o Chicago Bulls seria o favorito para ficar com ele. O Houston Rockets corre por fora.