1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Oscar diz que nunca se arrependeu de ter preferido a seleção à NBA

FLAVIA ALEMI - O Estado de S. Paulo

26 Maio 2013 | 07h 00

Em entrevista ao Estado, ídolo do basquete confessa que o Pan de 1987 foi a 'coisa mais linda' que aconteceu em sua vida

SÃO PAULO - A carreira de Oscar Schmidt, aposentado das quadras há 10 anos, sempre foi recheada de grandes conquistas profissionais e pessoais. O Estado conversou com o 'Mão Santa' sobre alguns episódios de sua história, como a recusa à NBA e a tentativa de virar político.

ESTADO - Você foi um dos maiores jogadores de basquete que nunca jogou na NBA. Por quê?

OSCAR - Porque não podia, né? Antes você  jogava na seleção ou jogava no profissional. Eu preferi continuar na seleção brasileira. De todos os jogadores que estavam lá, o único que recebeu proposta da NBA fui eu. E recusei.

ESTADO - Você tem orgulho dessa decisão ou se arrepende?

OSCAR - Não me arrependo de nada! Três anos depois a gente ganhou o Pan-Americano em 1987, nos EUA. Não me arrependo nunca, imagina? O Pan-Americano foi a coisa mais linda que aconteceu na minha vida. Vencemos dentro dos Estados Unidos, do melhor time do mundo, que já era a equipe norte-americana.

ESTADO - Como você vê essa ambição dos jogadores brasileiros de irem para a NBA?

OSCAR - Eles ganham muito com a NBA, ganham experiência e também dinheiro. Cada um faz suas escolhas. Eu fiz a minha na época. Fico muito feliz de ter como recompensa o carinho das pessoas, empresas querendo ouvir minhas histórias...

ESTADO - Em 1998 você se candidatou a senador por São Paulo e quase foi eleito...

OSCAR - Ainda bem que não fui.

ESTADO - Por que 'ainda bem'?

OSCAR - Porque eu vi que não era meu mundo aquilo. No meio da campanha, eu vi muita coisa que não gostei. Eu queria ser presidente do Brasil, esse era meu objetivo. E, de senador pra presidente é um pulo, né. Faz sua candidatura rapidinho. Mas não gostei de muita coisa e vi que não era o meu mundo. Prefiro andar de bermuda. Se você votou em mim, foi a primeira vez e única na tua vida que você votou bem (risos).

ESTADO - Tem algo que você gostaria de ter feito e não fez?

OSCAR - Ter ganho uma medalha olímpica. Eu não ganhei medalha olímpica. Joguei cinco Olimpíadas [Moscou, Los Angeles, Seul, Barcelona e Atlanta] e não ganhei medalha. Essa era uma coisa que eu gostaria de ter conquistado.

ESTADO - Pra você hoje, quem é o melhor jogador de basquete do Brasil?

OSCAR - Marcelinho Huertas.

ESTADO - E do mundo?

OSCAR - Kobe Bryant, e o Lebron James passando ele.