Suns vence primeira batalha da Conferência Oeste

A final da Conferência Oeste não poderia começar melhor para os fãs do basquete ofensivo, com uma grande exibição do Phoenix Suns na vitória por 121 a 118 sobre o Dallas Mavericks, numa partida emocionante do início ao fim. O segundo jogo da melhor de sete será novamente no American Airlines Center de Dallas, na sexta-feira. No Suns, o ala-pivô francês Boris Diaw não deixou a torcida sentir a ausência do astro Amare Stoudemire. Outro destaque foi o armador canadense Steve Nash, ex-Mavericks. Diaw, com 34 pontos, foi o líder do ataque do Suns, que registrou 56,3% de acertos nos arremessos de quadra. Além disso, foi dele a cesta que deixou o time com a vantagem de 119 a 118 a cinco décimos de segundo para o fim do jogo. "Foi a melhor atuação de Boris em playoffs. Ele foi fundamental para nossa vitória", comentou o treinador do Suns, Mike D´Antoni. Nash também brilhou, com 27 pontos, 16 assistências e cinco rebotes. Ele superou com folgas o rival Jason Terry no duelo de armadores. "Lutamos até o fim em busca da vitória. Mas o playoff apenas começou", disse Nash, que acertou 11 de 18 arremessos de quadra, sendo 2 de 5 de três pontos, e 3 de 3 lances livres, em 39 minutos. O reserva brasileiro Leandrinho Barbosa jogou 34 minutos mas só fez três pontos. Ele errou seis dos sete arremessos de quadra que tentou e três de quatro lances livres. Mas pegou três rebotes, deu três assistências e recuperou uma bola. O ala-armador Devin Harris, que poderia ter sido o grande herói do Mavericks, com a cesta que deixou o placar em 118 a 117, a 4,5 segundos do fim da partida, teve que conformar em ser o cestinha da equipe, com 30 pontos. O ala alemão Dirk Nowitzki anotou 25 pontos, 19 rebotes e duas assistências.

Agencia Estado,

25 Maio 2006 | 05h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.