Chris Nicoll/Usa Today
Chris Nicoll/Usa Today

Warriors atropelam, 'varrem' o Jazz e vão à final da Conferência Oeste da NBA

Franquia de Oakland agora aguarda rival do confronto entre San Antonio Spurs e Houston Rockets

Estadão Conteúdo

09 Maio 2017 | 09h38

O Golden State Warriors segue imbatível nos playoffs da NBA. Depois de arrasar o Portland Trail Blazers nas quartas de final com quatro vitórias em quatro jogos, o time de Oakland também "varreu" o Utah Jazz ao atropelar o adversário por 121 a 95, fora de casa, na noite desta segunda-feira, quando avançou à final da Conferência Oeste da liga de basquete dos Estados Unidos.

Com o triunfo conquistado em Salt Lake City, os Warriors fecharam em 4 a 0 a série melhor de sete partidas contra o Jazz nas semifinais e agora apenas espera pela definição do seu rival na decisão desta conferência. Os atuais vice-campeões da NBA irão encarar quem levar a melhor na série entre San Antonio Spurs e Houston Rockets.

A semifinal entre Rockets e Spurs está empatada em 2 a 2 e o quinto jogo entre os dois times nestes playoffs será nesta terça-feira, às 21 horas (de Brasília), em Houston.

Dono da melhor campanha na temporada regular, os Warriors repetiram o mesmo feito do atual campeão, Cleveland Cavaliers, que nesta fase derradeira da competição também foi à final da Conferência Leste de forma invicta, "varrendo" o Indiana Pacers nas quartas de final e depois o Toronto Raptors nas semifinais.

Assim, Warriors e Cavaliers também caminham rumo ao que poderá ser uma terceira decisão consecutiva entre os times na grande final da NBA, que marcará o embate dos campeões das duas conferências. Em 2015, o time de Stephen Curry levou a melhor ao vencer a série contra o rival por 4 a 2 para ficar com o título. No ano passado, porém, a equipe de LeBron James deu o troco ao ganhar por 4 a 3 para levar a taça.

CURRY E GREEN BRILHAM

Para dar mais um passo rumo ao título, os Warriors foram empurrados principalmente pelas atuações decisivas de Curry e de Draymond Green. O primeiro deles foi o cestinha da partida, com 30 pontos, enquanto o segundo fez um "triple-double" de 17 pontos, 11 assistências e dez rebotes.

A equipe visitante ainda contou com Klay Thompson e Kevin Durant anotando 21 e 18 pontos, respectivamente, para encaminhar de forma tranquila a sua passagem à final do Oeste. E essa tranquilidade se deveu principalmente à atuação arrasadora já no primeiro quarto do duelo, no qual fechou em vantagem de 22 pontos (37 a 19).

Assim, a equipe suportou sem grandes problemas uma tentativa de reação do Jazz, que chegou a reduzir esta boa diferença para apenas oito pontos no final do segundo quarto, mas depois não teve forças para segurar o poderoso ataque dos Warriors nos dois períodos derradeiros do confronto.

Gordon Hayward, com 25 pontos, foi o cestinha do Jazz, que ainda teve Shelvin Mack como segundo maior pontuador, com 18, enquanto Rudy Gobert contabilizou um "double-double" de 12 pontos e 13 rebotes para os anfitriões. O desempenho do trio, porém, esteve longe de ameaçar o favoritismo e o domínio do time de Oakland.

Mais conteúdo sobre:
basquete Utah Jazz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.