Ronald Martinez/AFP
Ronald Martinez/AFP

Warriors 'varre' Spurs e se garante em 3ª final seguida na NBA

Partida no Texas pode ter sido a última na carreira do argentino Manu Ginobili

Estadao Conteudo

23 Maio 2017 | 09h38

O Golden State Warriors fechou a final da Conferência Oeste, dos playoffs da NBA, na noite desta segunda-feira, ao "varrer" o San Antonio Spurs. Ao vencer o rival pelo placar de 129 a 115, fora de casa, o Warriors encerrou o duelo por 4 a 0 na série melhor de sete jogos, sem ceder sequer uma vitória ao Spurs. Com o resultado, os atuais vice-campeões se garantiram na terceira final consecutiva da NBA.

Agora, o Warriors vai aguardar o resultado de Boston Celtics x Cleveland Cavaliers para conhecer seu adversário na final. Atual campeão, o Cavaliers é o grande favorito a levar a melhor sobre o Celtics. No momento, lidera o confronto por 2 a 1. A quarta partida entre as duas equipes será disputada na noite desta terça, em Cleveland.

Em San Antonio, o Warriors dominou a partida, como aconteceu nos jogos anteriores, diante de um desfalcado rival. O time da casa vinha perdendo jogadores importantes nos últimos jogos e entrou em quadra sem Tony Parker e Kawhi Leonard, titulares absolutos, e David Lee, que foi opção do treinador em diversos duelos como titular. Leonard foi eleito o melhor defensor da liga nos últimos dois campeonatos.

Diante destas baixas, o Warriors não teve problemas para se impor em quadra. Logo no primeiro quarto, os visitantes já venciam por 31 a 19. A vantagem aumentou nos dois quartos seguintes e atingiu até 22 pontos de frente. No último período, o Spurs esboçou ligeira reação, sem qualquer chance de obter a reviravolta no placar.

Stephen Curry foi o grande destaque do Warriors e da partida. Cestinha, anotou 36 pontos e ainda contribuiu com cinco rebotes e seis assistências. Kevin Durant, outro astro da equipe, anotou um "double-double" de 29 pontos e 12 rebotes. Draymond Green também se destacou, ao registrar 16 pontos, oito rebotes e oito assistências.

Pelo Spurs, Kyle Anderson foi o maior pontuador, com 20 acertos. Manu Ginobili contribuiu com 15 pontos e Pau Gasol quase anotou um "double-double" com 14 pontos e nove rebotes.

Com o resultado, o Warriors se tornou o primeiro time da história da NBA ao emplacar uma sequência de 12 vitórias seguidas, e nenhuma derrota, nos playoffs.

DESPEDIDA

Sem contrato para permanecer no Spurs, Manu Ginobili pode ter feito sua última partida pela equipe e pela NBA na noite desta segunda. Ainda sem definir o seu futuro, o ala-armador argentino tem 39 anos e tem no currículo quatro títulos da NBA, um troféu europeu e a medalha de ouro conquistada nos Jogos Olímpicos de Atenas-2004, pela seleção argentina. Titular nesta segunda, ele deixou a quadra sob muitos aplausos quando faltavam dois minutos para o fim da partida.

Mais conteúdo sobre:
basquete NBA San Antonio Spurs

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.