1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Zanon elogia o Brasil após terceira derrota diante do Canadá

AE - Agência Estado

29 Junho 2014 | 17h 25

Brasil perdeu os três confrontos realizados em Edmonton. Amistosos são parte da preparação para o Sul-Americano do Equador

A seleção brasileira feminina de basquete fechou com três derrotas em três jogos a série de amistosos que realizou com o Canadá, em Edmonton. Os duelos serviram de preparação para o Campeonato Sul-Americano, em Ambato, no Equador, onde o Brasil irá estrear contra a Venezuela, no dia 14 de agosto. Mas, apesar do retrospecto totalmente negativo nestes duelos preparatórios, o técnico Luiz Augusto Zanon exibiu satisfação com a evolução gradativa da equipe nacional, que no último sábado caiu por 68 a 63 diante das canadenses.

Antes desta última derrota, as brasileiras perderam o primeiro destes amistosos por 64 a 43 e em seguida caíram por 79 a 72 contra o rival da América do Norte. "Achei o jogo (de sábado) equilibrado com as meninas jogando forte durante os 40 minutos. Tivemos a oportunidade de ter as bolas decisivas no fim, mas dentro dessa fase ficamos satisfeitos com a desenvoltura, entrega e superação das jogadoras. Estamos muito fortes no caminho que queremos traçar ainda", disse Zanon, em declarações reproduzidas neste domingo pelo site oficial da Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

Zanon mostrou-se satisfeito com a evolução gradativa da seleção
Zanon mostrou-se satisfeito com a evolução gradativa da seleção

O treinador também lembrou do desgaste provocado pelas partidas realizadas em um curto espaço de tempo contra as canadenses, fato que fez ele valorizar ainda mais a derrota por apenas cinco pontos de diferença no último sábado. "Essa viagem foi excelente para essa desenvoltura e crescimento do grupo. A determinação e a superação de jogar três jogos seguidos dessa maneira foram muito boas. E toda a comissão técnica está muito contente", assegurou.

Antes do confronto deste sábado, as brasileiras encararam o Canadá na quinta e na sexta-feira, sendo que nesta última partida o principal destaque do time de Zanon foi a pivô Clarissa Santos, que contabilizou 18 pontos, 12 rebotes, quatro assistências e seis roubadas de bola. Já a equipe canadense, com melhor atuação coletiva, teve como maior cestinha Lizanne Murphy, com 13 pontos. Ela ficou logo à frente da brasileira Tatiane Nascimento, com 12.

Integrante do Grupo B do Sul-Americano, o Brasil terá como rivais, além da Venezuela, o Uruguai e o Equador na primeira fase. Essa competição, que ainda conta com Argentina, Chile, Peru e Paraguai no Grupo A, garantirá aos três primeiros colocados uma vaga nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, enquanto os quatro primeiros irão ao Pré-Olímpico. Essas duas competições acontecerão em 2015.