1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

A seis meses da Copa do Mundo, atrasos marcam obras dos estádios

Diego Salgado - O Estado de S. Paulo

13 Dezembro 2013 | 15h 56

Arena Pantanal, Arena Amazônia e o Itaquerão serão entregues nos primeiros meses de 2014

SÃO PAULO - O iminente atraso na entrega das obras dos estádios começou a se tornar realidade a seis meses da Copa do Mundo 2014. Três obras serão oficialmente entregues nos primeiros meses de 2014: Arena Pantanal, Arena Amazônia e Itaquerão. A Arena da Baixada, por sua vez, está a 15 pontos percentuais da conclusão e também deve ser finalizada no ano que vem.

A apenas 18 dias do término do prazo de conclusão previsto pela Fifa, Beira-Rio e Arena das Dunas têm as obras mais adiantadas entre os seis estádios em construção. Os índices de execução das últimas seis arenas estão entre 85% (Arena da Baixada) e 97% (Arena das Dunas). A maior frente de trabalho em execução em cinco delas é a montagem da cobertura. A exceção é a Arena das Dunas. No local, as 20 peças da estrutura já estão instaladas. Os trabalhos, agora, concentram-se na colocação dos assentos temporários.

A Arena Pantanal e a Arena Amazônia têm as obras há mais tempo em execução. Em Cuiabá, a construção foi iniciada em maio de 2010. Em Manaus, os trabalhos começaram em junho do mesmo ano. Já a reforma do Beira-Rio e da Arena da Baixada tiveram início após o término das temporadas 2010 e 2011, respectivamente. O estádio do Internacional, depois, passou dez meses sem obras, devido às exigências da Fifa em relação à construtora.

Em São Paulo, os trabalhos no Itaquerão começaram no dia 30 de maio de 2011. Já a construção da Arena das Dunas começou com pelo menos um ano de atraso, em agosto de 2011. As obras do estádio potiguar, contudo, atingiram a melhor média mensal de execução nos últimos 27 meses.

O cenário de atrasos já havia ocorrido nas primeiras seis obras dos estádios da Copa 2014. Na ocasião, apenas o Castelão e o Mineirão foram entregues no prazo (dezembro de 2012). A Fonte Nova e o Maracanã foram concluídos em abril deste ano. No mês seguinte, a menos de um mês da Copa das Confederações, o Mané Garrincha e a Arena da Baixada ficaram prontas.

ARENA AMAZÔNIA (92,83%)

De acordo com a Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP), a entrega dos estádio ocorrerá na segunda quinzena de janeiro. Além da instalação da cobertura, está em andamento a colocação dos assentos, o acabamento dos camarotes. esta semana, também foram iniciados os serviços de colocação dos dois telões. As próximas etapas da obras estão ligadas ao entorno do estádio.

ARENA DA BAIXADA (85,5%)

O estádio do Atlético-PR tem as obras mais atrasadas da Copa. As duas vigas principais da cobertura estão concluídas. Os trabalhos se concentram na montagem das estruturas secundárias, que são perpendiculares às principais. A fixação das cadeiras do estádio foi iniciada com os serviços de furação. O trabalho está sendo executado na arquibancada superior. A Arena da Baixada é o único estádio sem atividades ligadas ao plantio do gramado,

ARENA DAS DUNAS (97%)

Nesta quinta-feira, Ricardo Trade, diretor do Comitê Organizador Local (COL), confirmou que o estádio de Natal será entregue até o fim deste mês. A cobertura está praticamente pronta. O mesmo ocorre com a montagem das cadeiras e os serviços de acabamento.

ARENA PANTANAL (87%)

Em Cuiabá, a última peça metálica da cobertura foi instalada no último domingo. No total, 26 peças foram içadas no local. Os setores leste e oeste irão receber o telhado metálico. A etapa já está adiantada nas partes sul e norte. O estádio deve ser entregue em fevereiro.

BEIRA-RIO (92%)

Após a conclusão da montagem das 65 estruturas da cobertura, a Andrade Gutierrez, construtora responsável pelas obras, deu início à colocação das membranas. Até agora, 31 folhas metálicas estão cobertas pelo material. A instalação das cadeiras e a cosntrução do edfício-garagem seguem em execução no local. A previsão é que os trabalhos sejam concluídos no prazo estipulado pela Fifa.

ITAQUERÃO (94%)

O estádio de abertura tinha a obra mais adiantada quando ocorreu a queda do guindaste responsável pelo içamento dos módulos da cobertura. a remoção do equipamento ocorrerá até o dia 15 de janeiro. A entrega do estádio está prevista para o dia 15 de abril. A última peça da cobertura - localizada no setor norte -, será instalada até a metade de fevereiro. O estádio já recebeu metade dos 48 mil assentos das arquibancadas. As cadeiras provisórias serão montadas após a conclusão da cobertura. 

Copa 2014