1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
Copa 2014

Agenda da Copa: Brasil e Alemanha brigam por vaga na final

O Estado de S. Paulo

08 Julho 2014 | 05h 00

Brasileiros e alemães fazem jogo decisivo em Belo Horizonte para ver quem será o primeiro finalista da Copa do Mundo

Na primeira rodada das semifinais da Copa do Mundo terá o jogo isolado entre Brasil e Alemanha, às 17h, no Mineirão, em Belo Horizonte. A seleção brasileira tenta se recuperar do baque envolvendo o craque Neymar e o técnico Luiz Felipe Scolari tenta arrumar uma estratégia de como arrumar o time sem a sua principal estrela. Já os alemães vão enfrentar um time brasileiro 'violento' e uma torcida enlouquecida empurrando os donos da casa.

Durante os treinamentos da seleção em Teresópolis, o treinador brasileiro testou várias opções. A primeira foi com a entrada do jovem Bernard no lugar do camisa 10, mantendo o esquema com três atacantes e a segunda foi a promoção de Willian, para manter o meio-campo mais criativo; as outras são mais defensivas. A primeira alteração mais cautelosa foi a permanência de Paulinho ao lado de Luiz Gustavo e Fernandinho no time, assim Oscar jogaria mais centralizado fazendo a armação do ataque brasileiro. E a última foi a mais defensiva de todas, com Henrique formando o trio de zaga com Dante e David Luiz, assim liberando mais os laterais brasileiros para atacar. Mas o mistério do time titular de Felipão ronda a todos e será descoberto somente às 16h, uma hora antes do início da partida.

Outro fato curioso no jogo desta terça, no Mineirão, será as máscaras com o rosto de Neymar que serão entregue aos torcedores presentes no estádio. Uma iniciativa das agências de publicidade de Belo Horizonte que prometeu distribuir o objeto para os 60 mil espectadores no estádio mineiro, para provar que "Somos todos Neymar". Além da iniciativa no local, os torcedores podem imprimir as suas máscaras pela internet.

Com a ausência de Thiago Silva, David Luiz, provavelmente, será o capitão brasileiro contra Alemanha
Com a ausência de Thiago Silva, David Luiz, provavelmente, será o capitão brasileiro contra Alemanha

Pelo lado alemão do confronto, todos estão preocupados de como o Brasil irá reagir sem o craque sul-americano. O principal jogador da equipe germânica, Schweinsteiger, se diz preocupado com o estilo viril que o Brasil está jogando o Mundial. E o craque alemão tem razão. O time de Felipão é um dos mais faltosos da Copa, com 96 infrações cometidas, apesar de ter sofrido 95. Nos cartões amarelos a vantagem brasileira é enorme: são 10 do time brasileiro, contra apenas quatro dos europeus.

Para concluir, o técnico Joachim Löw aproveitou para falar sobre a forte pressão que sua equipe sofrerá por parte da torcida brasileira como gritos e as máscaras tentando intimidar os jogadores germânicos. Mesmo assim, ele acredita que seus comandados precisam estar focados apenas no próprio trabalho e não entrar na emoção do jogo e nem na pressão dos brasileiros.

Enfim, Brasil e Alemanha vão fazer apenas o seu segundo confronto em Copas e a vantagem brasileira, em jogos oficiais, é enorme: no Mundialito do Uruguai, a vitória dos sul-americanos foi por 4 a 1; na Copa das Confederações de 1999, no México, o triunfo foi por 4 a 0; na Copa das Confederações de 2005, na Alemanha, vitória brasileira por 3 a 2; e a final do Mundial de 2002, na Coreia do Sul e Japão, o triunfo brasileiro foi de 2 a 0.

FIFA FAN FEST

Belo Horizonte

César Menotti e Fabiano

Brasília

Léo Jaime

Cuiabá

Jammil e Uma Noites

Curitiba

Michele Mara

Fortaleza

Simone e Simaria

Manaus

Biquini Cavadão

Natal

Alphorria

Porto Alegre

Vera Loca

Rio de Janeiro

Diogo Nogueira

Salvador

Babado Novo

São Paulo

Jeito Moleque

Copa 2014