1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Alemães obtêm marca histórica com vaga na semifinal da Copa

Diego Salgado - Agência Estado

06 Julho 2014 | 08h 19

Em 20 edições, a seleção chega à 13ª semifinal da competição

Regularidade, frieza e tradição resumem a história da Alemanha na história das Copas do Mundo. Em 20 edições, a seleção chega à 13ª semifinal da competição em 18 participações - a equipe não disputou as edições de 1930, no Uruguai, e de 1950, no Brasil. Na busca pelo quarto título mundial, o time quebrou uma marca: pela primeira vez uma seleção conseguiu chegar às semifinais em quatro Copas seguidas.

A primeira grande campanha alemã ocorreu logo na estreia, no Mundial, em 1934. A equipe bateu Bélgica e Suécia antes de ser eliminada pela Checoslováquia na disputa por uma vaga na decisão. O país precisou esperar 20 anos para ter outra chance. E não falhou. Após golear a Áustria por 6 a 1 sob o comando de Fritz Walter, o time conseguiu virar a partida contra a Hungria na Batalha de Berna e ergueu a taça pela primeira vez.

Fábio Motta/Estadão
Regularidade, frieza e tradição resumem a história da Alemanha

Quatro anos depois, na Copa de 1958, na Suécia, os alemães voltaram às finais, mas acabaram eliminados pelos anfitriões a um passo da decisão. Na disputa pelo terceiro lugar, a seleção foi derrotada pela França por 6 a 3, na primeira e única vez em que o time perdeu duas vezes seguidas na história. No Mundial de 1962, a boa campanha não se repetiu e o time voltou para casa após derrota nas quartas, diante da Iugoslávia.

A reabilitação não demorou a acontecer. Em 1966, a seleção conseguiu voltar à decisão. O título, entretanto, foi adiado após a polêmica derrota para a anfitriã Inglaterra. A boa notícia ficou por conta do surgimento do líbero Franz Beckenbauer, que, dali a oito anos, iria comandar a Alemanha no bicampeonato, com a ajuda do artilheiro Gerd Müller e do lateral Paul Breitner, autores dos gols contra a Holanda na final em casa.

Antes, em 1970, Beckenbauer havia mostrado ao mundo a força de vontade alemã ao jogar a semifinal contra a Itália com o ombro deslocado - o time perdeu por 4 a 3, em uma dos melhores jogos das Copas.

As três Copas da década de 1980 foram marcadas pelas boas campanhas da Alemanha. O país chegou à decisão nas três edições. O tricampeonato mundial, entretanto, só foi conquistado de 1990, na Itália, sob o comando de Lothar Matthäus. Contra a Argentina, algoz de 1986, Brehme marcou, de pênalti, o único gol do jogo.

Primeiro lugar. As boas campanhas da Alemanha dão ao país outro recorde. A seleção foi a primeira a ultrapassar a marca de 100 jogos em Copas - a marca foi alcançada no primeiro jogo deste Mundial, contra Portugal, na vitória por 4 a 0. No total, são 104 jogos, 64 vitórias, 20 empates e 20 derrotas, com 216 gols marcados e 120 sofridos. A seleção brasileira, mesmo disputando todas as Copas, soma 102 partidas na história do torneio, com oito classificações à semifinal.

O maior período da Alemanha longe da disputa por uma vaga na final deu-se entre as Copas de 1990 e 2002. Em 1994 e 1998, o time acabou eliminado ainda nas quartas se final, por Bulgária (2 a 1) e Croácia (3 a 0), respectivamente. A Alemanha também caiu nesta fase em 1962 e 1978. Em 2002, os alemães ficaram com o vice pela quarta vez ao perder para o Brasil por 2 a 0. Nas edições seguintes, a equipe foi eliminada pela seleção campeã: em 2006, a Itália e, em 2010, a Espanha.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo