Robert Michael / AFP
Robert Michael / AFP

Alemanha chama só 3 campeões mundiais para a Copa das Confederações

Joachin Löw privilegia a juventude na composição do grupo, chamando seis novatos

Estadão Conteúdo

17 Maio 2017 | 10h50

O técnico Joachim Löw anunciou nesta quarta-feira a lista de convocados da seleção alemã para a Copa das Confederações, que será disputada na Rússia, e chamou seis novatos em uma lista sem alguns dos principais nomes da equipe campeã mundial em 2014 no Brasil.

Löw explicou que aproveitará o torneio, que ocorrerá entre 17 de junho e 2 de julho, para observações visando compromissos futuros da Alemanha. Nesse sentido, apostou nos novatos Lars Stindl, meia-atacante e capitão do Borussia Mönchengladbach, Marvin Plattenhardt, lateral-esquerdo do Hertha Berlin, Amin Younes, meia-atacante do Ajax, Diego Demme, volante do RB Leipzig, além de dois novos nomes do Hoffenheim: o meia Kerem Demirbay e o atacante Sandro Wagner, que recebeu sua primeira convocação aos 29 anos.

"Sandro Wagner tem sua própria maneira e meios de jogar", disse Löw sobre o atacante autor de 11 gols no Campeonato Alemão, um desempenho decisivo para garantir o Hoffenheim na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. O goleiro Kevin Trapp, do Paris Saint-Germain, que ainda não jogou pela seleção alemã, também foi chamado novamente.

Apenas três membros do grupo que levou a Alemanha ao título mundial em 2014 - Matthias Ginter, Julian Draxler e Shkodran Mustafi - foram incluídos, com Löw optando por dar um descanso aos seus principais jogadores, mantendo a Copa de 2018 como principal foco.

Com isso, Toni Kroos, Sami Khedira, Mats Hummels, Thomas Müller, Jerome Boateng e Mesut Ozil estão recebendo uma folga, assim como Marco Reus, que ficou de fora da Copa de 2014 e da Eurocopa de 2016 por causa de lesões. Por contusões, não puderam ser convocados Manuel Neuer, Mario Götze, Ilkay Gundogan, Julian Weigl e Benedikt Höwedes.

Löw também indicou certa insatisfação com a presença da Copa das Confederações no calendário. "Se não houvesse uma Copa das Confederações em 2021, eu não ficaria infeliz, e não acho que os envolvidos também não ficariam infelizes". O treinador sublinhou, no entanto, que a Alemanha estará "tão bem preparada para este torneio como se fosse uma Copa do Mundo ou a Eurocopa".

A Alemanha abrirá a sua participação diante da Austrália, em Sochi, em 19 de junho, depois enfrentando Chile e Camarões pelo Grupo B. "A Copa das Confederações é um trampolim para que possamos ter experiência", disse Löw.

 

Confira a lista de convocados da seleção alemã:

Goleiros: Bernd Leno (Bayer Leverkusen), Kevin Trapp (Paris Saint-Germain) e Marc-Andre ter Stegen (Barcelona).

Defensores: Matthias Ginter (Borussia Dortmund), Jonas Hector (Colônia), Benjamin Henrichs (Bayer Leverkusen), Shkodran Mustafi (Arsenal), Marvin Plattenhardt (Hertha Berlin), Antonio Ruediger (Roma), Sebastian Rudy (Hoffenheim) e Niklas Suele (Hoffenheim).

Meio-campistas: Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Julian Brandt (Bayer Leverkusen), Emre Can (Liverpool), Kerem Demirbay (Hoffenheim), Diego Demme (RB Leipzig), Julian Draxler (Paris Saint-Germain), Leon Goretzka (Schalke), Lars Stindl

(Borussia Mönchengladbach), Amin Younes (Ajax).

Atacantes: Timo Werner (RB Leipzig), Sandro Wagner (Hoffenheim), Leroy Sane (Manchester City).

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.