Aloisi quer vencer Brasil para dar resposta a Ronaldo

O atacante australiano John Aloisi disse que sua principal motivação para vencer o Brasil na Copa do Mundo é dar uma resposta a Ronaldo, que teria ofendido sua seleção numa entrevista. As duas seleções se enfrentam no dia 18 de junho, em Munique, na segunda rodada do Grupo F. Ronaldo disse à revista australiana Alpha que só conhecia um australiano, "o que joga no Osasuna", que seria o próprio Aloisi - o jogador, no entanto, defende o Alavés desde julho do ano passado, depois de quatro temporadas no Osasuna. "Queria ganhar para mostrar a Ronaldo que não temos só um jogador de futebol na Austrália", disse o atacante, que acha possível surpreender o Brasil. "Eles têm provavelmente a melhor seleção do mundo, e por isso mesmo têm tudo a perder. A pressão é toda sobre eles", disse o atacante, durante evento com a seleção realizado em Sydney, nesta sexta-feira. Cahill com pressa O meia Tim Cahill admitiu que não será fácil de recuperar de uma lesão nos ligamentos do joelho a tempo de enfrentar o Japão na partida de estréia da Austrália na Copa, no dia 12, contra o Japão, em Kaiserslautern. É certo que ele não disputa o amistoso de despedida da seleção, contra a Grécia, na próxima semana, em Melbourne. "Se tiver uma pequena chance de jogar, quero estar lá, porque é o grande palco para um time de futebol", afirmou Cahill, que joga no Everton, da Inglaterra. A Federação Australiana de Futebol (FFA) anunciou nesta sexta que deseja sediar em breve sua primeira Copa do Mundo, se possível em 2018 ou 2022. "A Copa já foi disputada nas Américas, na Europa, na Ásia e agora chega à África. A única região que ainda não a organizou é a do Pacífico", disse o presidente da entidade, John O´Neill.

Agencia Estado,

19 Maio 2006 | 11h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.