Gonzalo Fuentes/ Reuters
Gonzalo Fuentes/ Reuters

Excesso de 'pendurados' preocupa Alemanha e Itália nas quartas

Ao todo, 16 jogadores podem ficar fora da semifinal

Estadão Conteúdo

01 Julho 2016 | 20h57

Alemanha e Itália se enfrentam neste sábado, em Bordeaux, na França, pelas quartas de final da Eurocopa. As duas seleções têm as melhores defesas da competição até o momento - o goleiro alemão Manuel Neuer ainda não foi vazado em quatro partidas e os italianos sofrem apenas um, na derrota para a Irlanda na fase de grupos, quando jogou com um time reserva. Assim, o titular Buffon também está zerado.

Mas a forte defesa tem uma consequência, que pode ser grave. Em especial para a Itália, já que um time inteiro, nada menos que 11 jogadores, estão pendurados com um cartão amarelo e podem ficar de fora da semifinal caso avancem. No lado alemão, são cinco no total.

Nesta Eurocopa, dois cartões amarelos bastam para suspender automaticamente um atleta por uma partida. E é justamente das quartas de final para a semifinal que quem tiver um cartão será zerado na competição. Mas isso só para quem não for advertido.

Os pendurados da Itália são Andrea Barzagli, Leonardo Bonucci, Buffon, Giorgio Chiellini, Daniele De Rossi, Mattia De Sciglio, Éder, Lorenzo Insigne, Graziano Pellè, Salvatore Sirigu e Simone Zazá. No lado da Alemanha, o risco está com Jérôme Boateng, Mats Hummels, Sami Khedira, Joshua Kimmich e Mesut Özil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.