1. Usuário
Assine o Estadão
assine


América-MG atropela Ponte Preta e continua no G-4 da Série B

Estadão Conteúdo

22 Agosto 2014 | 21h 45

Com os 3 a 0, time mineiro chega aos 32 pontos, já equipe paulista viu série de cinco jogos sem perder ser quebrada e soma 28 pontos

Quem manda no estádio Independência é o América-MG. O time mineiro chegou à oitava vitória em 10 jogos dentro de casa e acabou com a sequência invicta da Ponte Preta ao vencer por 3 a 0, nesta sexta-feira, na abertura da 18.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o América-MG subiu para 32 pontos, firme dentro do G-4. A Ponte Preta, por sua vez, viu ser quebrada uma série de cinco jogos sem perder - com três vitórias seguidas - e continua com 28 pontos, em sexto lugar.

Em bom momento na Série B, o time paulista começou de forma ousada e tentou surpreender o adversário. A Ponte Preta adotou uma postura ofensiva, mas não conseguiu concretizar isto em chances de gol. O América-MG, por outro lado, abriu o placar em sua primeira chegada ao ataque. Após boa tabela pelo lado direto, nas costas de Juninho, o estreante Renan Oliveira cruzou e Diney desviou de cabeça para o gol.

Divulgação
Time mineiro chegou à oitava vitória em 10 jogos dentro de casa

Após o gol, o panorama da partida mudou. A Ponte Preta manteve a posse de bola e tentava se impor na velocidade dos homens de frente, sem resultados. Sem inspiração, o time campineiro teve dificuldades em penetrar e só chegou com perigo aos 36 minutos em jogada de bola parada. Após cobrança de falta, Diego Sacoman ajeitou de cabeça e Elton, na pequena área, mandou na trave. A resposta americana foi imediata. Obina cabeceou e obrigou Roberto a fazer grande defesa.

Antes do intervalo, o time campineiro perdeu o volante Élton, lesionado. O treinador Guto Ferreira aproveitou para fazer uma mudança tática, passando Juninho para o meio de campo. No segundo tempo, o volante foi o responsável por organizar a equipe ao lado de Adrianinho. A Ponte Preta conseguiu chegar mais ao ataque, mas não furou o bloqueio imposto pelos mineiros. O goleiro Fernando Leal sequer trabalhou.

Encurralado no campo de defesa, o América-MG encontrou espaços na defesa da Ponte Preta para aumentar o placar aos 18 minutos. Obina recebeu pela direta e finalizou no travessão. Renan Oliveira ficou com o rebote e acionou o atacante na segunda trave. Ele dominou, cortou a marcação e mandou de canhota para o gol.

Mesmo com a vantagem, o time mineiro não desistiu do ataque e em mais uma chegada rápida conseguiu ampliar. Aos 25 minutos, Gilson fez o cruzamento e Doriva subiu livre para marcar de cabeça. O gol serviu como um presente para o meio-campista, pois voltava ao time depois de seis meses se recuperando de lesão no joelho.

No encerramento do primeiro turno, pela 19.ª rodada, o América-MG encara o Sampaio Corrêa, no Maranhão, na próxima sexta, às 20h30, enquanto que a Ponte Preta recebe o Náutico, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, no dia seguinte, às 16h10.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 3 x 0 PONTE PRETA

AMÉRICA-MG - Fernando Leal; Elsinho (Tiago Santos), Renato Santos, Vitor Hugo e Gilson; Leandro Guerreiro, Andrei Girotto, Tchô (Doriva) e Renan Oliveira; Diney (Bruninho) e Obina. Técnico: Moacir Júnior.

PONTE PRETA - Roberto; Rodnei, Tiago Alves, Diego Sacoman e Juninho; Fernando Bob, Elton (Gilvan) e Adrianinho (Edno); Roni, Cafu (Rossi) e Rafael Costa. Técnico: Guto Ferreira.

GOLS - Diney, aos 10 minutos do primeiro tempo; Obina, aos 18, e Doriva, aos 26 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Elsinho, Leandro Guerreiro, Andrei Girotto e Tchô (América-MG); Tiago Alves e Rossi (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

RENDA - R$ 237.670,00.

PÚBLICO - 8.663 pagantes.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).