1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Américas já igualam melhor resultado da história em Copas

Diego Salgado - O Estado de S. Paulo

25 Junho 2014 | 05h 00

Com pelo menos sete seleções nas oitavas de final, região pode superar feito obtido na Copa 2010; três equipes ainda têm chance

A um dia do término da primeira fase da Copa do Mundo, as seleções do continente americano já igualaram o melhor desempenho da história em Mundiais. Até o momento, sete estão garantidas nas oitavas de final: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, México e Uruguai. Em 2010, na África do Sul, o número foi o mesmo, com Brasil, Chile, Uruguai, Estados Unidos, Argentina, México e Paraguai entre os 16 classificados ao término da fase de grupos. 

Os americanos ainda têm a chance de bater o recorde histórico nesta edição. Equador, Estados Unidos e Honduras podem chegar à segunda fase. Equatorianos e hondurenhos, no Grupo E, o mesmo de França e Suíça, disputam uma vaga entre si. Os equatorianos garantem a classificação com uma vitória sobre a França hoje e a manutenção no saldo de gols (o time tem dois gols a mais que os europeus e quatro em relação à seleção de Honduras). Se empatarem, torcem por tropeço da Suíça diante de Honduras. 

Já os hondurenhos têm uma missão mais difícil: precisam vencer a seleção suíça por dois gols de diferença e contam com uma vitória francesa sobre o Equador. Além disso, necessitam tirar quatro gols de saldo em relação à seleção equatoriana. A Suíça avança com uma vitória sobre o time da América Central (precisa superar o Equador no saldo de gols). Os Estados Unidos, por sua vez, só têm de empatar para garantir o segundo lugar do Grupo G. Se vencerem a Alemanha, serão os líderes da chave.

Thanassis Stavrakis/AP
Colômbia chegou à classificação após conseguir 100% de aproveitamento

Mais três vagas nas oitavas de final estão definidas, todas ocupadas por seleções da Europa: Bélgica, Grécia e Holanda. Alemanha e França estão virtualmente classificadas. As seleções precisam de um empate com Estados Unidos e Equador, respectivamente. As últimas quatro vagas serão disputadas por Rússia, Argélia e Coreia do Sul (no Grupo H), Estados Unidos, Portugal e Gana (no G), Nigéria e Irã (no F), além de Suíça, Equador e Honduras na Chave E. 

RECORDE

As seleções latino-americanas, entretanto, já bateram o recorde da Copa 2010. Na África do Sul, seis equipes chegaram às oitavas, contra os sete times desta edição. Há quatro anos, seis europeus conseguiram se classificar na fase de grupos: Holanda, Eslováquia, Inglaterra, Alemanha, Espanha e Portugal. Japão, Coreia do Sul e Gana, além dos Estados Unidos, também disputaram uma vaga nas quartas de final da competição.

Além do Mundial 2010, os países latino-americanos conseguiram a maioria das vagas na Copa de 1930, no Uruguai. Na ocasião, Uruguai e Argentina passaram à fase seguinte, ao lado de Estados Unidos e Iugoslávia. Desde então, até a Copa da África do Sul, os latinos não conseguiram superar os europeus. A disputa, em 1970, ficou empatada: União Soviética, Itália, Alemanha, Inglaterra, Uruguai, México, Brasil e Peru chegaram à segunda fase.

GARANTIA

Após a definição de quatro partidas das oitavas, é certo que uma seleção latina disputará uma das semifinais (no Mineirão, no dia 8). Brasil, Chile, Colômbia e Uruguai darão início à disputa no próximo sábado.

Os americanos ainda têm a chance de bater o recorde histórico nesta edição. Equador, Estados Unidos e Honduras podem chegar à segunda fase. Equatorianos e hondurenhos, no Grupo E, o mesmo de França e Suíça, disputam uma vaga entre si. Os equatorianos garantem a classificação com uma vitória sobre a França hoje e a manutenção no saldo de gols (o time tem dois gols a mais que os europeus e quatro em relação à seleção de Honduras). Se empatarem, torcem por tropeço da Suíça diante de Honduras. 

Já os hondurenhos têm uma missão mais difícil: precisam vencer a seleção suíça por dois gols de diferença e contam com uma vitória francesa sobre o Equador. Além disso, necessitam tirar quatro gols de saldo em relação à seleção equatoriana. A Suíça avança com uma vitória sobre o time da América Central (precisa superar o Equador no saldo de gols). Os Estados Unidos, por sua vez, só têm de empatar para garantir o segundo lugar do Grupo G. Se vencerem a Alemanha, serão os líderes da chave.

Mais três vagas nas oitavas de final estão definidas, todas ocupadas por seleções da Europa: Bélgica, Grécia e Holanda. Alemanha e França estão virtualmente classificadas. As seleções precisam de um empate com Estados Unidos e Equador, respectivamente. As últimas quatro vagas serão disputadas por Rússia, Argélia e Coreia do Sul (no Grupo H), Estados Unidos, Portugal e Gana (no G), Nigéria e Irã (no F), além de Suíça, Equador e Honduras na Chave E. 

RECORDE

As seleções latino-americanas, entretanto, já bateram o recorde da Copa 2010. Na África do Sul, seis equipes chegaram às oitavas, contra os sete times desta edição. Há quatro anos, seis europeus conseguiram se classificar na fase de grupos: Holanda, Eslováquia, Inglaterra, Alemanha, Espanha e Portugal. Japão, Coreia do Sul e Gana, além dos Estados Unidos, também disputaram uma vaga nas quartas de final da competição.

Além do Mundial 2010, os países latino-americanos conseguiram a maioria das vagas na Copa de 1930, no Uruguai. Na ocasião, Uruguai e Argentina passaram à fase seguinte, ao lado de Estados Unidos e Iugoslávia. Desde então, até a Copa da África do Sul, os latinos não conseguiram superar os europeus. A disputa, em 1970, ficou empatada: União Soviética, Itália, Alemanha, Inglaterra, Uruguai, México, Brasil e Peru chegaram à segunda fase.

GARANTIA

Após a definição de quatro partidas das oitavas, é certo que uma seleção latina disputará uma das semifinais (no Mineirão, no dia 8). Brasil, Chile, Colômbia e Uruguai darão início à disputa no próximo sábado.

Copa 2014